Onze idosos morrem em incêndio em hospital do Rio de Janeiro

Peritos buscam pistas sobre causas de incêndio no Hospital Badim, na zona norte da cidade

0
652
Incêndio atinge prédio do Hospital Badim, no bairro do Maracanã, zona Norte da cidade (Foto Fernando Frazão - Agência Brasil)

Peritos da Polícia Civil do Rio de Janeiro estão tentando encontrar o foco primário do incêndio que atingiu na quinta-feira (12) o Hospital Badim, na zona norte da cidade. De acordo com o delegado Roberto Ramos, da Praça da Bandeira (18ª DP), que investiga o caso, ainda não é possível dizer onde começou o fogo. Ao todo, 103 pessoas estavam internadas na unidade no momento do incêndio. As informações são do G1 e Agência Brasil.

O fogo começou por volta das 6:30pm em um dos prédios do hospital.

Por volta das 8:15 da noite, bombeiros informaram que o fogo havia sido controlado. Muitos pacientes, entre eles vários idosos, foram transferidos para outras unidades de saúde públicas e particulares. Um prédio anexo ao hospital, inaugurado em 2018, também era usado para atendimento.

A hipótese inicial é de que tenha começado com um curto-circuito no gerador de energia do hospital. Para Ramos, ainda não se pode afirmar isso. “Sabemos que o fogo chegou ao gerador, mas estamos vendo o foco primário, para saber se foi no gerador ou não”, disse.

Segundo ele, o trabalho dos peritos está sendo dificultado por questões como a fumaça, o calor e a pouca luminosidade dos locais investigados.

Ao ser questionado sobre a hipótese levantada pelo prefeito carioca, Marcelo Crivella, de que o incêndio possa ter sido criminoso, o delegado disse que ainda é prematuro fazer esse tipo de afirmação.

O delegado confirmou que, por enquanto, o número oficial de mortos é 10, de acordo com o Corpo de Bombeiros. A maioria das mortes ocorreu por asfixia com a fumaça e porque aparelhos da UTI pararam de funcionar.

Vítimas

Alayde Henrique Barbieri

Ana Almeida do Nascimento, 90 anos;

Berta dos Santos, 93 anos

Darcy da Rocha Dias, 88 anos

Irene Freiras de Brito, 84 anos;

José Costa de Andrade

Luzia dos Santos Melo, 88 anos;

Maria Alice Teixeira da Costa, 76 anos;

Marlene Menezes Fraga, 85 anos

Virgílio Claudino da Silva, 66 anos.

Ivone Cardoso