Dilma convida Wagner Moura para integrar “Conselhão”

0
1400

O ator Wagner Moura e a presidente Dilma Rousseff em evento na Colômbia, em 2015
O ator Wagner Moura e a presidente Dilma Rousseff em evento na Colômbia, em 2015

O ministro da Casa Civil, Jaques Wagner (PT), convidou, em nome da presidente Dilma Rousseff, o ator Wagner Moura para integrar o Conselho de Desenvolvimento Econômico e Social, conhecido como “Conselhão”, a partir deste ano, informa o portal G1, que apurou a notícia.

Conhecido por interpretar nas telas o policial Capitão Nascimento em “Tropa de Elite”, o traficante colombiano Pablo Escobar em “Narcos” e o estelionatário Marcelo Nascimento da Rocha, em “VIPs”, entre vários outros papéis, Moura é o embaixador mundial da Organização Internacional do Trabalho (OIT) para a luta contra o trabalho escravo. Segundo o G1, o ator brasileiro é visto pelo governo como uma pessoa com “importante trabalho na sociedade” e uma “personalidade que pode contribuir com propostas” para o conselho.

Criado em maio de 2003 no governo do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva e presidido atualmente pela presidente Dilma Rousseff, o “Conselhão” é formado por integrantes do governo, empresários, representantes de movimentos sociais, de sindicatos e da sociedade civil. A expectativa é que próxima reunião do grupo ocorra no próximo dia 28 deste mês, em Brasília. O último encontro foi em junho de 2014.
Aceitou ou não?

Segundo o G1, interlocutores da Presidência informaram que Moura aceitou o convite, mas não estará presente na reunião do conselho na semana que vem em razão de compromissos no exterior. Procurada pelo portal, a assessoria de imprensa do ator não confirmou se ele aceitou o convite. Segundo seus assessores, ele não poderá participar da reunião do dia 28 porque está na Colômbia, gravando a segunda temporada da série “Narcos”, do Netflix, que trata da história do traficante Pablo Escobar (papel pelo qual Moura foi indicado, neste ano, ao Globo de Ouro de Melhor Ator).