Disney inaugura parque na China com investimento de $5,5 bilhões

O parque tem muitos aspectos dos costumes chineses: quase toda comida servida é em estilo oriental, há zonas temáticas inspiradas no imaginário cultural do país

0
4846
O castelo do parque da Disney na China
O castelo do parque da Disney na China

Após inaugurar com sucesso parques na Califórnia (Disneyland), Flórida (Walt Disney World), Japão (Tokyo Disneyland), França (Disneyland Paris) e Hong Kong, a Disney chega à cidade chinesa de Shanghai. Cerca de 14 anos após iniciar seus primeiros contatos para abrir um parque temático no país asiático, a Disney inaugurou na quinta-feira (16), após sucessivos atrasos e quase meia década de construção, o complexo Disney Xangai, o sétimo e o menor dos parques da companhia no mundo todo.

O parque, informa a agência de notícias EFE, tem muitos aspectos dos costumes chineses: quase toda comida servida é em estilo oriental, há zonas temáticas inspiradas no imaginário cultural chinês, e um de seus dois hotéis (ambientado no filme “Toy Story”) tem forma de oito, número de sorte no país.

“Queríamos construir algo que fosse autenticamente da Disney, mas distintivamente chinês”, disse aos veículos de imprensa locais o presidente-executivo da companhia, Bob Iger, que vê este parque, que terá o castelo da marca mais alto do planeta, “mais como o Disney da China do que como a Disney na China”.

Seja como for, a companhia parece ter cedido a várias exigências das autoridades para levar o projeto adiante: o próprio Iger teve que engolir suas palavras de 2005, quando ao abrir a Disneylândia Hong Kong garantiu que, para entrar no gigante asiático, deveria conceder ter um canal televisão temático no país.
Após anos de negociações que estiveram a ponto de fracassar várias vezes, Pequim deu sinal verde ao projeto em 2009 e começou a construir o parque em 2011, por isso a data de abertura prevista foi atrasando por anos sucessivos, desde 2012.

Para construir o parque foi necessária a realocação forçada de mais de duas mil famílias de quatro populações, assim como de 297 empresas e de mais de 1,2 mil túmulos de um cemitério local, que tiveram que ser transferidos em 2011 com uma compensação econômica para as famílias de 300 iuanes por corpo ($40 então).

O que foi aberto é uma primeira fase de 1,16 quilômetros quadrados de parque e 2,74 de estacionamentos e zonas de hotelaria, mas há outros 3 quilômetros quadrados para uma ampliação mais adiante do parque, que custou até agora cerca de $5,5 bilhões.