Documentário brasileiro sobre Sem Terra é destaque em Miami

0
1871

Miami Art Central mostra nesta sexta-feira, 12 de agosto, o documentário: ‘Sem Terra pelos Caminhos da América’

Em continuidade à série sobre filmes alternativos feitos por latino-americanos, a galeria Miami Art Central abre espaço para uma co-produção brasileiro-espanhola de 2004 chamada ‘Sem Terra pelos Caminhos da América’, documentário de 72 minutos dirigido por Miguel Barros. Este documentário em longa metragem mostra o surgimento do Movimento Sem Terra (MST) no Brasil, desde sua fundação em 1984 até 2002, quando foi eleito Luís Inacio Lula da Silva (Lula), o primeiro presidente operário do Brasil. O diretor passou um ano inteiro visitando acampamentos e entrevistando membros do MST para mostrar a longa e difícil luta do MST.

Como parte do 20º aniversário daquele que é chamado por Naom Chomsky de “o movimento popular mais bem sucedido do mundo” e como parte da condenação das condições sociais que justificaram seu surgimento, o filme de Barros retrata o crescimento do Movimento Sem Terra (MST) no Brasil, cuja estratégia é tomar pacífica e legalmente terras improdutivas para montar seus assentamentos, redistribuindo depois a terra entre as famílias ocupantes.

A batalha tem sido dura, com muitos donos de terra organizando-se em grupos paramilitares. Nos últimos 15 anos, cerca de 1.600 trabalhadores perderam suas vidas. O filme, produzido pelo famoso cineasta espanhol Pedro Almodóvar, faz um mergulho na vida miserável de muitos brasileiros, mostrando a escravidão infantil e a dificuldade dos agricultores que precisam trabalhar durante anos para saldar as dívidas com os fazendeiros. Cativante e real, combina testemunhos com filmagens dramáticas sobre a ocupação das terras.

O filme ganhou o prêmio de Melhor Documentário eleito pelo Público no Festival de Cinema de Málaga em 2004 e antes da exibição do documentário o cônsul Geral do Brasil, João Almino, fará uma pequena introdução

Quem quiser assistir ao filme deve ir à Miami Art Central (5960 SW 57 Avenue, Miami). A sessão começa às 7h30 da noite desta sexta-feira e o preço dos ingressos custa US$ 5 por pessoa e US$ 3 para idoso ou estudante com identificação válida. Mais informações podem ser obtida pelos website www.miamiartcentral.org.