Local

Duas escolas de Broward (FL) implementam detectores de metais para maior segurança

Apesar das novas medidas, o Conselho Escolar de Broward incentiva os pais a verificarem as mochilas de seus filhos antes de enviá-los para a escola

Charles W. Flanagan High School. Foto: NBC 6 South Florida

Duas escolas no condado de Broward — Charles W. Flanagan High School, em Pembroke Pines, e J.P. Taravella High School, em Coral Springs — começaram a implementar detectores de metais em seus campi na segunda-feira (24). A iniciativa visa melhorar a segurança, permitindo que os oficiais detectem possíveis armas antes de entrarem nas dependências da escola.

O superintendente de Broward, Howard Hepburn, marcou o primeiro dia da escola de verão como um momento ideal para lançar este novo programa de segurança. “Esta é apenas uma camada adicional para garantir que possamos ser o mais seguro possível”, disse Hepburn. Apesar de algumas preocupações sobre privacidade, muitos pais acreditam que é uma medida necessária. “A gente sempre quer que os alunos sintam que estão em um ambiente seguro. Sem isso, pode prejudicar o aprendizado deles”, declarou o pai McFredy Antoine, ao Local 10 News.

O Conselho Escolar do Condado de Broward aprovou a medida por unanimidade, com forte defesa da presidente do conselho escolar de Broward, Lori Alhadeff, que perdeu sua filha Alyssa, de 14 anos, para a violência armada no tiroteio de Parkland. “A adição desses detectores de metais portáteis adiciona outra camada de segurança como parte de nosso compromisso de fornecer ambientes de aprendizagem seguros e protegidos”, disse Alhadeff. Apesar das novas medidas de segurança, Hepburn incentiva os pais a verificarem as mochilas de seus filhos antes de enviá-los para a escola.

Até o início do novo ano letivo em agosto, o objetivo é ter detectores de metais operacionais em todas as escolas secundárias do condado de Broward, de acordo com Hepburn. O Chefe de Segurança e Proteção, Jaime Alberti, explicou o procedimento quando um detector dispara: “Haverá uma busca e inspeção secundária na mochila do aluno”, disse ele.

Na Flanagan High School, o custo de um par de detectores foi de $16 mil, e haverá três conjuntos em diferentes pontos de entrada. No primeiro dia do programa piloto, 300 alunos passaram pelo sistema de detecção na escola sem incidentes.

Compartilhar Post:

Baixe nosso aplicativo