Economia dos Estados Unidos encolhe 4.8% devido à pandemia do coronavírus

PIB americano registra pior momento desde a crise econômica de 2008

0
837
Estabelecimentos poderão reabrir após nova inspeção. (Foto: Imagem Wikimedia)
Estabelecimentos poderão reabrir após nova inspeção (Foto: Imagem Wikimedia)

A economia dos Estados Unidos está sofrendo os efeitos da pandemia do coronavírus. Dados divulgados nesta quarta-feira (29) pelo US Bureau of Economic Analysis mostram que a atividade econômica encolheu 4.8% no primeiro trimestre de 2020.

É a maior queda trimestral desde os últimos três meses de 2008, quando o Produto Interno Bruto (PIB) recuou 8,4%. Os dados são uma primeira estimativa, e vão passar por revisões posteriores.

O declínio refletiu a queda na atividade econômica nas últimas duas semanas de março, em que milhões de pessoas buscaram auxílio-desemprego. Os dados reforçam as previsões dos analistas de que a economia já está em recessão.

“A economia continuará caindo até que o País volte a abrir”, disse o economista Chris Rupkey. “Se a economia recuou tanto no primeiro trimestre, com menos de um mês de bloqueio pandêmico para a maioria dos estados, não pergunte até que ponto a cratera chegará no segundo trimestre.”

A retração foi causada por fortes quedas nos gastos dos consumidores e nos estoques das empresas. O declínio do investimento por parte das empresas foi outro fator importante na crise do último trimestre, ajudando a ofuscar as notícias positivas de uma conta de importação menor, do mercado imobiliário e de mais gastos do governo.

Economistas em pesquisa da Reuters esperavam uma contração do PIB de 4%, embora as estimativas tenham chegado a uma queda de 15%. “A economia caiu de um penhasco e quebrou o pescoço com os consumidores comprando apenas comidas e bebidas”, completa Rupkey. (Com informações da Reuters e CNN)