Elon Musk compra Twitter por $44 bilhões

Conselho de administração da rede social chegou a um acordo sobre a venda da rede social nesta segunda-feira (25)

0
653
Elon Musk questiona a metodologia usada pelo Twitter para definir fake news (Foto: Dado Ruvic/Reuters)
Elon Musk questiona a metodologia usada pelo Twitter para definir fake news (Foto: Dado Ruvic/Reuters)

O bilionário Elon Musk, da Tesla, comprou a rede social Twitter por $44 bilhões. A decisão foi anunciada na tarde desta segunda-feira (25) e ocorre após o conselho de administração da empresa recomendar a transação aos acionistas.

“O conselho de administração do Twitter estudou com cuidado a proposta e decidiu que essa era a melhor opção para usuários e acionistas”, informou a empresa em comunicado.

O bilionário, que se descreve como um absolutista da liberdade de expressão, argumentou que tornar a rede social uma empresa privada seria uma forma de garantir a livre circulação de ideias.

“Eu espero que os meus críticos mais ‘duros’ continuem no Twitter, pois isso é o que liberdade de expressão significa”, tuitou o empresário, que é também dono da Space X.

Com a compra, segundo o Twitter, a companhia passa a ser uma companhia de capital fechado. Pelo acordo, os acionistas vão receber $54,20 em dinheiro por ação comum, o que significa um prêmio de 38% sobre o preço dos papéis em 1º de abril.

“A liberdade de expressão é a base de uma democracia em funcionamento e o Twitter é a praça da cidade digital onde assuntos vitais para o futuro da humanidade são debatidos”, afirmou Musk em comunicado sobre a aquisição.

Parag Agrawal, CEO atual a rede social, também adotou tom otimista para falar do momento. “O Twitter tem um propósito e relevância que impacta todo o mundo. Estou profundamente orgulhoso de nossas equipes e inspirado por um trabalho que nunca foi tão importante”, afirmou Agrawal.