Em depoimento, Trump diz que imigração ilegal foi a razão para sua indicação

Vídeo liberado pela Justiça mostra o candidato prestando depoimento para um processo de quebra de contrato com chefs de cozinha

0
2086
Trump durante depoimento
Trump durante depoimento

DA REDACÁO, COM THE NEW YORK TIMES – Um juiz de Washington mandou divulgar um vídeo com um depoimento do candidato Republicano à presidência, Donald Trump, prestrado em um escritório de advocacia não divulgado, respondendo a questões sobre seu processo contra Geoffrey Zakarian, chef de cozinha que abandonou um empreendimento de Trump no ramo de restaurantes.

Zakarian e outros chefs abandonaram o projeto depois que o candidato fez comentários incendiários sobre imigrantes mexicanos no começo da campanha. “Eles trazem drogas. Eles trazem crime. Eles são estupradores”, disse Trump na época.

O empresário decidiu processar o chef por quebra de contrato.

Em seu depoimento, Trump repondeu perguntas durante pouco mais de hora e meia sobre os contratos com Zakarian e sobre seus comentários a respeito de mexicanos, afirmando à advogada do chef, Deborah Baum, que ele foi mal interpretado pelos meios de comunicação, aos quais chamou de “muito desonestos”.

“Tudo que estou fazendo é trazer à tona uma situação, que é bem real, sobre imigração ilegal”, disse no depoimento. “E acho que a maioria das pessoas pensa que estou certo”.

Ele explicou que o assunto imigratório foi o que o “levou à nomeação de um grande partido no país”.

“Levantei o assunto da imigração ilegal”, disse. “Levantei outros assuntos também. Mas, sabe, quando você tem mais votos que todo mundo na história do partido, de longe – mais do que Ronald Reagan, mais que Richard Nixon, mais que Dwight Eisenhower, que ganhou a Segunda Guerra Mundial -, você sabe que o assunto está em evidência, se você parar para pensar”.

O juiz no caso ordenou a divulgação do vídeo com o depoimento, assim como os de dois filhos de Trump, em resposta a uma demanda de várias organizações de mídia, incluindo o BuzzFeed News, que postou o vídeo em sua página da Internet.

Uma corte federal que julga um caso recente de fraude relacionado à Trump University decidiu não divulgar publicamente o vídeo com o depoimento do candidato no caso.