Em dois anos, mais de 250 mil jovens da Flórida tornaram-se diabéticos, diz estudo

Durante o 'Mês Nacional de Combate ao Diabetes nos EUA', autoridades de saúde alertam para o aumento da doença, principalmente entre a população juvenil

0
576
Doença é caracterizada pelas altas taxas de glicose no sangue (foto: Flickr)

Embora os novos casos de diabetes entre adultos tenham diminuído nos últimos dez anos, o número de jovens ou adolescentes diabéticos nos EUA aumentou ‘significativamente’.

Segundo o relatório National Diabetes Statistics Report 2020, elaborado pelos Centers for Disease Control (CDC), cerca de 260 mil pessoas com menos de 20 anos foram diagnosticadas com a doença no estado da Flórida entre os anos 2018 e 2019.

O estudo colocou o Sunshine State na contramão da média nacional, com a população diabética total mais do que dobrando desde 1995. 

A organização sem fins lucrativos Florida Diabetes Alliance, acredita que o número de pacientes que sofrem com a doença no estado é 11% da população.  Cerca de 2,4 milhões de habitantes, conforme o Censo 2020.

Outras 5,8 milhões do total de moradores do estado têm pré-diabetes, que é quando o nível de açúcar no sangue é mais elevado que o normal, mas ainda não há diagnóstico para a enfermidade.

A diabetes é caracterizada pelas altas taxas de glicose no sangue, podendo ser do tipo 1, quando surge desde o nascimento, ou do tipo 2, quando o organismo desenvolve a deficiência ao longo da vida.

O estudo descobriu que o tipo 1 continua mais comum entre brancos, e o tipo 2 entre negros ou hispânicos.

O tratamento geralmente é feito com injeções de insulina. Nos EUA, um único frasco do medicamento pode custar mais de $100 , colocando o custo anual de múltiplos frascos em milhares dólares, dependendo da marca e dos requisitos de dosagem. Os pacientes com seguro saúde pagam menos.

Novembro é o Mês Nacional de Combate ao Diabetes em todo o país. Este ano, vários eventos online serão promovidos para disseminar informações sobre prevenção e tratamento da enfermidade. Clique aqui e confira algumas atividades.