Em encontro com Biden, Bolsonaro afirma que “Brasil é exemplo de preservação do meio ambiente”

Casa Branca anunciou a liberação de $12 milhões para preservação da Amazônia; 23 chefes de Estado participam de Cúpula das Américas realizada em Los Angeles

0
475
Presidentes do Brasil e dos EUA se encontraram em Los Angeles (Foto: REUTERS/Kevin Lamarque)
Presidentes do Brasil e dos EUA se encontraram em Los Angeles (Foto: REUTERS/Kevin Lamarque)

O presidente Jair Bolsonaro e o presidente dos Estados Unidos, Joe Biden, tiveram um encontro bilateral, pela primeira vez, na noite de quinta-feira (9), em Los Angeles, durante a 9º Cúpula das Américas. O encontro reúne 23 chefes de Estado e tem o objetivo de discutir políticas de recuperação da economia após os estragos causados pela pandemia.

Em sua fala com a imprensa, Bolsonaro disse que o Brasil será um dos maiores exportadores de energia limpa do planeta, exaltou o agronegócio e reafirmou que o país é exemplo em preservação do meio ambiente, apesar das “dificuldades”.   

“A questão ambiental, temos as nossas dificuldades, mas fazemos o possível para atender aos nossos interesses e também, porque não dizer, a vontade do mundo. Somos exemplo para o mundo na questão ambiental. Além da segurança alimentar, energia limpa, bem como na questão ambiental, o Brasil é um gigante, e se apresenta para o mundo como a solução para muitos problemas”, afirmou.

Bolsonaro disse ter interesse em cada vez mais se aproximar dos Estados Unidos, citou valores comuns entre as duas nações e comentou sobre as eleições brasileiras de outubro. “Este ano, temos eleições no Brasil, e nós queremos, sim, eleições livres, confiáveis e auditáveis. E tenho certeza que quando eu deixar o governo, também será de forma democrática”, ressaltou.

Joe Biden, que falou antes de Bolsonaro, fez uma declaração mais curta, deu boas-vindas ao líder brasileiro e falou que os demais países deveriam ajudar a financiar a preservação da Amazônia.  

“Nós temos que ajudar a recuperação econômica e também a preocupação climática. Vocês tentam proteger a Amazônia, acho que o resto do mundo deveria ajudar a financiar essa preservação. Isso é uma responsabilidade muito grande. Nós temos que conectar nossos povos e estou ansioso para saber o que você pensa sobre isso. Gostaria de ouvir sua opinião e também levantar algumas questões de interesse mútuo”, disse Biden.

Ele também falou de valores compartilhados entre os dois países e elogiou o Brasil, chamando de “país maravilhoso”, com um “povo magnífico” e “instituições fortes”.  

A Casa Branca anunciou a liberação de $12 milhões para um fundo de preservação da Amazônia, que será dividido entre Brasil, Colômbia e Peru. (Com informações da Agência Brasil)