Em Miami, homem é acusado de vender mercadorias falsificadas

Foram apreendidos milhares de dólares em mercadorias, que incluíam bolsas, relógios, sapatos e bolsas

0
4103

Um homem foi preso em Miami-Dade, na última semana, acusado de vender mercadorias falsificadas, na parte de trás de um edifício a oeste de Miami. De acordo com a ocorrência policial, investigações do Homeland Security chegaram a Ulisis Valencia, de 26 anos, de Miami. A venda de mercadorias falsificadas é crime nos Estados Unidos e passível de prisão dos infratores.

Foram apreendidos milhares de dólares em mercadorias, que incluíam bolsas, relógios, sapatos e bolsas das marcas: Chanel, Louis Vitton, Michael Kors, entre outros. Os produtos estavam sendo vendidos há mais de seis meses.

Um detetive à paisana foi à loja denominada UA Exclusive (6460 SW 8th St) e viu o dono da loja conduzir duas pessoas aos fundos da propriedade. Eles tentaram fugir, mas foram presos. A fiança foi fixada em $20 mil.