Em Washington, Papa exalta trajetória de imigrantes nos EUA

Pontífice falou para mais de 11 mil pessoas em cerimônia de boas vindas realizada nos jardins da Casa Branca, nesta quarta-feira (23)

0
1370

DA REDAÇÃO (com CNN e G1) – O Papa Francisco está nos Estados Unidos. Após visitar Cuba, o pontífice aterrissou em solo americano na tarde da terça-feira (22).

Nesta quarta-feira (23), ele foi recebido pelo presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, na Casa Branca, em Washington D.C., em uma cerimônia presenciada por 11 mil pessoas, segundo a CNN, e que marca o início da agenda do pontífice em sua primeira visita ao país.

De acordo com o G1, em seus discursos os dois líderes mundiais falaram sobre a aproximação dos EUA com Cuba, da mudança climática e da crise migratória e dos refugiados.

Em sua fala de boas-vindas, Obama agradeceu o pontífice por seu papel na reaproximação entre Cuba e os EUA. “Estamos agradecidos por seu inestimável apoio a nosso novo começo com o povo cubano, que promete melhores relações entre nossos países”, afirmou Obama.

O Papa Francisco destacou no início de seu discurso que ele vem de uma família de imigrantes. “Como filho de uma família de imigrantes, me alegra estar em este país, que foi construído em grande parte por tais famílias”, disse Francisco.

O Papa clamou por um “reconhecimento sério e responsável” dos pobres que vivem em um sistema que os negligencia, e que os Estados Unidos construam uma sociedade “verdadeiramente tolerante e inclusiva”, rejeitando a discriminação.

Obama lembrou da importância da visita do religioso ao país. “O senhor nos lembra que aos olhos de Deus nossa medida como indivíduos e como sociedade não está determinada pela riqueza, o poder ou a celebridade, mas pelo bem que fazemos.”

Obama presenteou o Papa Francisco com uma escultura em metal de uma pomba para honrar a “defesa incansável dos mais vulneráveis” no mundo todo, segundo a Casa Branca. A ave, que é símbolo internacional da paz, é o “símbolo cristão do Espírito Santo”, observou um funcionário da Casa Branca, segundo a EFE.

Em busca de mais popularidade
O Papa fica no país até domingo, cumprindo uma agenda que prevê visitas a outros Estados, como New York e Pensilvânia.

Os Estados Unidos são o 4º país com maior número de católicos entre sua população no mundo. Mais de 68 milhões de americanos têm o catolicismo como sua religião, segundo a rede de TV Fox News. O 1º país em número de católicos no mundo é o Brasil.

O Papa Francisco vêm aos EUA com a missão de se tornar mais conhecido entre os fiéis americanos.

Uma pesquisa recentemente publicada pela agência de notícias Associated Press mostra que apenas 1 em cada 3 americanos católicos conhece as posições do pontífice acerca de temas-chave de seu papado, como sua visão sobre o aquecimento global.