Empreendimentos hispânicos e latinos são os que mais crescem no país

U.S. Hispanic Chamber of Commerce diz que pequenas empresas comandadas por imigrantes de origem latina ou hispânica crescem a uma taxa 15 vezes maior que a média nacional

0
1594
Empreendimentos liderados por hispânicos cresceram 88%
Empreendimentos liderados por hispânicos cresceram 88%

DA REDAÇÃO – O website da rede CNBC publicou na quarta-feira (10) um artigo do empresário Rohit Arora, CEO and co-founder of Biz2Credit, grupo especializado que integra soluções de crédito para pequenos negócios, alertando para um aspecto econômico que, segundo ele, não está ganhando a atenção devida.

No artigo, Arora alerta que a disputa entre os dois candidatos à presidência está deixando de lado um dado importante – o peso dos negócios administrados por hispânicos e latinos na economia americana.

Segundo a U.S. Hispanic Chamber of Commerce, há 4 milhões de empresas cujos donos são de origem hispânica ou latina. E o número cresce sem parar. Isso porque esse grupo étnico, de acordo com Arora, tem começado novos empreendimentos a uma taxa 15 vezes maior que a média nacional durante a década passada. Esses empreendimentos têm contribuído siginificativamente para a saúde econômica americana, considerando-se que o seu faturamento cresceu 88% durante o período, gerando um total de $661 bilhões, ainda de acordo com a Câmara de Comércio Hispânica.

A maior parte desses novos empreendimentos está no meio-oeste, diz Arora. A região é a que tem visto a maior porcentagem de crescimento, a uma taxa de 30% no periodo. Isso se deve a uma série de fatores, principalmente à migração de hispânicos e latinos para a região em busca de emprego e custo de vida menor.

Arora diz que é importante que os candidatos à presidência incluam esses dados nos seus programas, principalmente no que diz respeito à política imigratória. “Precisamos reconhecer o valor dessa minoria étnica e o seu papel de criador de empregos e de prosperidade na América”, diz ele à CNBC.

O Census Bureau registra um total de 55 milhões de hispânicos vivendo nos Estados Unidos. Isso representa 17% da população do país. O Census projeta que esse número chegará a 28,6% até 2060.

O crescimento no número de empreendimentos hispânicos refletiu diretamente na empresa comandada por Arora, a Biz2Credit, especializada em crédito para negócios hispânicos. Um estudo da companhia com 25 mil empresas hispânicas mostrou que os pedidos de empréstimo feitos por empresas hispânicas à Biz2Credit cresceu 68,7 durante os últimos 12 meses, e que o faturamento médio dos empreendimentos subiu de $68 mil para $202 mil dólares anuais em relação ao ano passado.

O lucro das empresas hispânicas também aumentou de um ano para cá, de $50.205 para $132.693.

Os empreendedores hispânicos, entretanto, em média têm pior crédito (595 de credit score) que os não-hispânicos (608 de credit score), e suas empresas têm menos tempo de operação. Lojas comerciais (15,3%), serviços de alojamento e alimentação (13,3%) e construção compõem a maioria dos negócios hispânicos.

“Na medida em que a população hispânica cresce, é essencial que ela receba recusos e apoios necessários para ajudá-la em seus negócios”, diz Arora. “Ainda que estejamos assistindo à entrada de um grande número de empreendedores hispânicos no mercado, ainda há muito espaço para melhorias”.