Enfermeiro é preso acusado de estuprar mulher em estado vegetativo que deu à luz no Arizona

Mulher está incapacitada há 14 anos e deu à luz um menino dentro do hospital em que está internada; exames de DNA comprovaram que enfermeiro é o pai do bebê

0
2644
Mulher em estado vegetativo deu a luz um menino
Mulher em estado vegetativo deu a luz um menino

Um enfermeiro foi preso acusado de estuprar e engravidar uma mulher em estado vegetativo, que deu à luz um menino em Phoenix, no Arizona, há um mês.

Segundo o chefe das investigações, Jeri Williams, o homem foi identificado como Nathan Sutherland, de 36 anos, um enfermeiro que integrava a equipe que cuidava da mulher. Exames de DNA feitos no bebê deram positivo mostrando que Nathan é o pai da criança.

Ele foi preso por estupro e por abusar de um adulto vulnerável.

Cuidadores da mulher incapacitada foram pegos de surpresa no dia 29 de dezembro. “Nós não tínhamos ideia de que ela estava grávida”, disse uma enfermeira a um atendente do 911 na ocasião. Ela percebeu que a mulher estava gemendo de dor e entrou em trabalho de parto.

A polícia informou que o bebê passa bem e está sob a guarda da família da mulher de 29 anos. Ela está internada desde que sofreu um afogamento e desde então requer cuidados 24 horas.

Nathan Sutherlands é acusado de estuprar paciente
ANathan Sutherlands é acusado de estuprar paciente