Entram em vigor novas medidas de segurança em voos para os EUA

Entre as medidas estão entrevistas antes do check-in e checagem de celulares e eletrônicos

0
6277
Rigor para viagens aos EUA está cada vez maiorRigor para viagens aos EUA está cada vez maior
Rigor para viagens aos EUA está cada vez maior

Entraram em vigor na quinta-feira (26) novas medidas de segurança para voos com destino aos EUA, determinadas pelo Departamento de Homeland Security (DHS). A partir dessa data, companhias aéreas internacionais terão de aplicar novas regras de segurança e questionar os passageiros mais detalhadamente antes de embarcarem em voos para os Estados Unidos.

Cerca de 325 mil passageiros devem passar pelas novas medidas todos os dias, em dois mil voos que chegam aos Estados Unidos todos os dias, por meio de 180 companhias aéreas provenientes de 280 aeroportos e 105 países.

Serão feitas operações de segurança “visíveis e invisíveis” para os passageiros em aeroportos com voos diretos para os EUA. Os agentes de segurança aplicarão mais controles de segurança para verificar a identidade e a bagagem dos passageiros antes do embarque, segundo as novas regras apresentadas.

Dispositivos eletrônicos pessoais como tablets, celulares e computadores portáteis serão submetidos a uma revisão mais rigorosa para detectar possíveis rastros de explosivos.

Também haverá um reforço na tecnologia para detectar ameaças, assim como um uso maior de cães farejadores. Os aviões que viajam aos EUA também serão submetidos a uma maior vigilância nos aeroportos de origem.

Emirates, Air France e Norwegian confirmaram que as autoridades americanas pediram controles mais duros e outras companhias emitiram comunicados confirmando sua aplicação. A Emirates anunciou que os passageiros serão submetidos a “entrevistas prévias ao check-in”, enquanto a Air France afirmou que fará uma “entrevista de segurança” adicional.

A Norwegian disse que seus passageiros serão instruídos por mensagens de SMS e que começará o check in quatro horas antes da saída de seus voos para os Estados Unidos. As companhias aéreas ressaltam que é importante que o passageiro chegue ao aeroporto com o máximo de antecedência possível quando o destino forem os EUA.