Escola nos EUA que homenageava líder confederado receberá o nome de Obama

A partir de 2018, instituição no Mississippi em que 98% dos estudantes são negros trocará o nome do presidente confederado durante a Guerra Civil, Jefferson Davis, pelo do primeiro negro a ocupar a Casa Branca

0
2212
Davis International Baccalaureate Elementary School
Davis International Baccalaureate Elementary School

DA REDAÇÃO (com AFP) – Uma escola pública do Mississippi deixará de ter o nome de um líder que lutou para manter a escravidão durante a Guerra Civil no país (1861-1865) e passará a homenagear o primeiro presidente negro do país, Barack Obama, segundo informações de um jornal local.

A mudança na cidade de Jackson acontecerá depois de meses de polêmica e da retomada de campanhas nacionais a favor da remoção de monumentos de generais e líderes da Confederação.

A Davis International Baccalaureate Elementary School, na qual 98% dos estudantes são negros, passará a se chamar Barack Obama Magnet International Baccalaureate Elementary School já no próximo ano, de acordo com o diário The Clarion-Ledger.

Janelle Jefferson, presidente da associação de pais da instituição, informou durante reunião do conselho de escolas de Jackson nesta semana que os diretores do centro de ensino votaram no dia 5 deste mês a favor da mudança.

“Jefferson Davis (presidente confederado durante a Guerra Civil), embora infame por seus próprios atos, provavelmente não ficaria muito feliz em ter uma escola aberta à diversidade, que promove a educação de indivíduos que ele lutou para manter como escravos, nomeada em sua homenagem”, disse Janelle ao conselho, segundo o Clarion-Ledger.

“O novo nome da escola agora reflete uma pessoa que representa totalmente os ideais (da comunidade escolar) e tem posições públicas consistentes com o que queremos que nossos filhos acreditem sobre si mesmos”, completou Janelle. A mudança entrará em vigor no próximo ano.

Em todo os EUA, ao menos 20 escolas foram nomeadas em homenagem a Obama, de acordo com a publicação Education Week. Na maior parte delas – localizadas principalmente em áreas urbanas e costeiras -, os estudantes são majoritariamente negros e latinos.