Especialistas mudam previsão e afirmam que pico da doença na Flórida será em maio

Segundo a Washington School of Medicine, o pico do coronavirus no Estado será no dia 3 de maio; previsão anterior era para 21 de abril

0
1092
Foto CDC- James Gathany

As projeções para o pico de infecções pelo coronavírus na Flórida mudaram para o dia 3 de maio, e o dia 6 de maio, segundo a University of Washington School of Medicine, como o dia em que mais mortes serão registradas no Estado. Na semana passada, a universidade havia dito que o pico da doença seria no dia 21 de abril.

“Aqui na Flórida estamos acostumados a ver modelos e projeções de furacões mudarem. Neste caso, o modelo para o pico do coronavírus já mudou três vezes e continuamos a monitorar e reunir números para manter a população informada e para nos prepararmos da melhor forma”, disse Jared Moskowitz, diretor da Florida Division os Emergency Mangement.

Segundo projeções da universidade, o total de mortes será menor que o previsto anteriormente. A previsão anterior seria entre 7 mil e 15 mil mortes. Agora, a previsão é que a mortes cheguem a 4.7 mil (em média).

O número de infectados na Flórida na manhã de terça-feira (14) é de 21.019 e 499 mortes. O Sul da Flórida concentra o maior número de casos do Estado. Miami-Dade tem 7.459 casos e 109 mortes; Broward tem 3.177 casos e 77 mortes e Palm Beach tem 1.704 casos e 92 mortes.

Confira aqui as projeções citadas na reportagem.