Especialistas preveem intensa temporada de furacões 2022; Flórida deve ser impactada

De acordo com estudiosos, o Sunshine State tem 76% de chance de ser atingido por um furacão; 44% por um grande furacão, e 96% por fortes tempestades

0
3172
Imagem de satélite da Tempestade Tropical Elsa, que se formou no Atlântico em 2021 (foto: NOAA)

O ano 2022 será marcado por um intensa temporada de furacões no Atlântico, conforme previu um estudo da Colorado State University divulgado na quinta-feira (7). A pesquisa indicou que, durante toda a temporada que começa em 1º de junho  e vai até  30 de novembro, a costa dos EUA será atingida por 19 tempestades nomeadas e nove furacões, sendo quatro de categoria 3 ou superior. Uma temporada considerada média normalmente tem 14 tempestades nomeadas, cerca de sete furacões e três grandes furacões.

O estudo também quis saber quais estados ao longo das costas do Golfo e Leste têm mais probabilidade de serem impactados pelos fenômenos. A Flórida, de acordo com os estudiosos, tem 76% de chance de ser atingida por um furacão; 44% por um grande furacão, e 96% por tempestades nomeadas, que são aquelas que atingem velocidade mínima de 39 mph. 

Na temporada passada, os cientistas da CSU previram 17 tempestades nomeadas e quatro grandes furacões.  Mas o ano 2021, que entrou para a história como um dos mais agitados, acabou registrando 21 tempestades nomeadas e sete furacões– quatro dos quais foram considerados grandes.Os meteorologistas orientam moradores que vivem ao longo da costa dos EUA e Caribe a anteciparem os preparativos de proteção contra grandes tempestades.