Espécie de crocodilo ameaçada de extinção povoa área de usina nuclear em Homested

Machos da espécie podem atingir seis metros de comprimento e pesar até 900 kg

0
858
Crocodylus acutusanimais (foto: FWCC)

O ano 2021 registrou a mais alta temporada de reprodução de crocodilos-americanos nos arredores da usina nuclear e de gás Turkey Point, em Homestead. Dos 27 ninhos descobertos no local por biólogos do programa de conservação da Florida Power & Light Co.(FPL) nasceram 565 filhotes. Segundo a empresa, é o maior número em 40 anos.

Os biólogos acreditam que as condições perfeitas de Turkey Point favorecem a multiplicação dos répteis. A área conta com 4,465 acres de extensão territorial e um corredor de canais aquáticos que atinge 270 quilômetros, cercado de vegetação preservada. Durante anos, os crocodilos-americanos também conhecido como crocodilos da Flórida, ou ​​Crocodylus acutusanimais, foram caçado e mortos por sua pele e carne. Em 1975, a  Florida Fish and Wildlife Conservation Comission (FWCC) contabilizou apenas 300 desses animais no País e os classificou de ’em extinção’. Com a ajuda do programa de conservação da FPL, eles passaram da condição de ’em extinção’ para ‘ameaçada de extinção’ em 2007.

Os machos da espécie podem atingir seis metros de comprimento e pesar até 900 kg. Os locais de maior incidência são o Parque Nacional Everglades, as Florida Keys, Florida Bay, Biscayne Bay . A população  mais considerável está em Homestead.