Estados Unidos param para ver o eclipse do sol na tarde desta segunda-feira (21)

Fenômeno foi observado de costa a costa do País e deixou alguns lugares completamente no escuro por alguns minutos

0
3492
Trump assistiu da Casa Branca
Trump assistiu da Casa Branca

Nesta segunda-feira (21), um eclipse do sol foi possível de ser visto em todo o território dos Estados Unidos e todo mundo saiu para assistir. Seja na praia, no trabalho ou os mais privilegiados que puderam assistir ao eclipse em sua totalidade, o fenômeno foi um acontecimento histórico, que não se repetia da mesma forma, há 99 anos.

A jornalista Joselina Reis assistiu de Charleston, South Carolina, e enviou um vídeo para o AcheiUSA com exclusividade (veja abaixo).  As areias das praias de Deerfield Beach e Fort Lauderdale também ficaram cheias de espectadores.

O presidente Trump assistiu da varanda da Casa Branca acompanhado da esposa, Melania, e do filho mais novo.

De acordo com a Nasa, o fenômeno foi observado por 500 millhões de pessoas de forma total ou parcial: 391 milhões nos Estados Unidos, 35 milhões no Canadá e 119 milhões no México (além da América Central e parte da América do Sul).

O trecho mais intenso para a observação vai de Lincoln Beach, em Oregon, até Charleston, na Carolina do Sul. Nesta região, o sol ficará completamente preto durante pouco tempo: 2 minutos e 40 segundos — a transição completa será de mais de 4 horas.

Em 2018, a Terra não terá eclipses totais — em que o sol é totalmente coberto. O próximo ocorre em 2 de julho de 2019.

Veja algumas fotos. Créditos: SunSentinel; Sandra Avelino; Joselina Reis

Deerfield Beach
Deerfield Beach
Praia de Fort Lauderdale

Vídeo: