Estaduais chegam ao fim e campeões mal comemoram

0
1304

Os campeonatos estaduais mal terminaram e os campeões nem tiveram tempo para saborear as conquistas porque no meio de semana quem venceu e quem perdeu já estava envolvido em outras competições.

Isso demonstra perfeitamente como o futebol profissional está assoberbado de torneios e, cada vez mais, os campeonatos estaduais vão perdendo sua importância diante de outras competições mais atraentes para os torcedores. Claro que as torcidas dos campeões estaduais vibraram e comemoraram, mas isto já está no passado e todos voltam os olhos para certames mais valorizados.

Flamengo e Vasco são derrotados

O Flamengo está  sobrando no futebol carioca. Claramente é o clube mais estruturado, mais rico e melhor administrado – além de  possuir a maior torcida do Brasil – em comparação aos seus co-irmãos, que precisam urgentemente rever conceitos e se modernizar para evitar o apequenamento.

O Vasco da Gama, com sérios problemas administrativos, até que fez uma campanha digna, com o então técnico Alberto Valentim. No entanto, a perda do título para o arquirrival Flamengo decretou sua demissão. Em dois jogos, o Rubro-Negro venceu o Cruzmaltino por 2 a 0 e sacramentou sua superioridade.

Como prova de amadorismo, o presidente do Vasco da Gama fez questão de jogar a primeira partida das finais do Cariocão 2019 no acanhado Estádio Nilton Santos. Resultado: obteve uma renda pífia e impediu que os clubes arrecadassem mais dinheiro em um futebol altamente profissional – mormente para o Gigante da Colina que tem enfrentado sérios problemas de caixa, com atraso de salários de atletas e funcionários do clube. A alegação de Alexandre Campello, presidente do Vasco, é que o clube se sentiu ofendido por não ter sido convidado a participar da administração do Novo Maracanã. Os responsáveis pelo complexo esportivo apenas convidaram Flamengo e Fluminense. Como o mando da segunda partida era do Flamengo, o Maracanã se tornou festivo para celebrar mais um campeonato do  Mengão. E a renda foi fantástica, servindo de alívio para os cofres dos clubes, sobretudo para o Vascão.

O Flamengo mal teve tempo de comemorar e teve de arrumar as malas para viajar ao Equador para enfrentar a LDU na altitude de Quito na quarta-feira (24). O resultado não foi o esperado. Depois de ter aberto o marcador com um gol de Bruno Henrique, o campeão carioca tomou a virada e acabou derrotado por 2 a 1. Este resultado, combinado com a derrota do Penarol por 3 a 1 para o San Jose da Bolívia, embolou o Grupo D da Copa Libertadores da América. Mesmo derrotados Flamengo e Penarol dividem a liderança, com 9 pontos ganhos, entretanto o clube brasileiro leva vantagem no saldo de  gols. Em terceiro lugar, está a LDU, com 7 pontos, e na lanterna o San José com apenas  4 pontos e já sem chance. No dia 8 de maio, sairão os dois classificados. O Flamengo irá a Montevidéu para enfrentar o Penarol, enquanto LDU receberá San José na condição de favorito. A vitória do time equatoriano levará a equipe a 10 pontos, com vaga assegurada,  enquanto Flamengo e Penarol se digladiarão para ver quem passa também. Um empate no Uruguai é suficiente para o conjunto carioca.

Se o Flamengo está em situação delicada, pior é a situação do Vasco da Gama. Após ter sido derrotado na semana anterior pelo Santos por 2 a 0 na Vila Belmiro, venceu o Alvinegro praiano  por 2 a 1. O clube paulista se classificou para a próxima fase da Copa do Brasil pelo saldo de gols. Ao Vascão resta apenas se concentrar no Brasileirão – único torneio que restou para o Gigante da Colina.

Contraste em Belo Horizonte

Os dois principais clubes de Minas Gerais vivem situações contrastantes. O Cruzeiro está sobrando. Único time invicto das Séries A e B do futebol brasileiro, venceu o Campeonato Mineiro em cima do arquirrival Atlético-MG, com vitória por 2 a 1 no Mineirão, na primeira partida, e empate em 1 a 1 no Estádio Independência com direito a mais um gol de Fred – que, mesmo veterano, vive ótima fase. A decisão do certame regional foi disputada no Sábado de Aleluia porque os dois rivais tinham jogos pela Copa Libertadores da América, marcados para o dia 23 de abril, terça-feira.

A Raposa tem uma campanha impecável na principal competição do continente. Em cinco jogos pelo Grupo B, o Cruzeiro anotou 10 gols – os dois últimos foram anotados por Fred e Sassá contra o Deportivo Lara na Venezuela – e não levou nenhum. Já o Galo faz campanha decepcionante. Em cinco partidas, ganhou apenas do fraco Zamora em Belo Horizonte e perdeu quatro – o último em casa para o Nacional de Montevidéu. Com apenas 3  pontos ganhos, o Atlético-MG está eliminado da Libertadores e precisa de apenas um empate com o Zamora para disputar a Copa Sul-Americana – os terceiros colocados de cada grupo da Libertadores disputarão a Sul-Americana.

Clubes gaúchos em alta

O Grêmio se sagrou bicampeão em cima do Internacional na semana anterior e ambos voltaram suas atenções para a Copa Libertadores da América. O Tricolor dos Pampas renasceu na competição após derrotar o Libertad do Paraguai em Assunção por 2 a 0, gols anotados por Everton Cebolinha, e ser beneficiado por empate entre Rosario Central e Universidad Católica nas partidas do Grupo H. No dia 8 de maio, o Grêmio recebe o clube chileno em Porto Alegre precisando apenas de um empate para se classificar. Mesmo com a derrota e a perda da invencibilidade, Libertad já é o  campeão do grupo.

O Internacional, por sua vez, venceu o Alianza Lima na capital peruana (gol de Patric) e assegurou o primeiro lugar o Grupo A. Ou seja, mesmo se for derrotado pelo River Plate em Buenos Aires, mantém-se em primeiro lugar com 13 pontos. O River Plate, com 9 pontos, pode chegar no máximo a 12 pontos. O grupo já está decidido com Inter e River Plate já classificados.

Furacão garante passagem para oitavas de final

Athletico PR e Boca Juniors estão classificados para a próxima fase da Copa Libertadores da América. Apesar da derrota para o Jorge Wilstermann por 3 a 2 na Bolívia, o empate entre Boca Juniors e Tolima classificou o Furacão, líder do Grupo G. O Rubro-Negro paranaense também havia conquistado o Campeonato Paranaense nas finais contra o Toledo e agora celebra a classificação. O Furacão encerra sua participação contra o Boca Juniors em Buenos Aires e joga pelo empate para assegurar o primeiro lugar do grupo. Apenas não deu para cobrir o jogo do Palmeiras contra o Melgar no Peru porque a partida foi  disputada na quinta-feira (25), quando a edição do AcheiUSA já estava fechada.

Corinthians ganha, ganha; Chapecoense perde, perde

Mesmo apresentando um futebol pouco vistoso e de resultado, o Corinthians tem deixado sua torcida satisfeita. Após ter batido o São Paulo no segundo jogo das finais por 2 a 1 (gols de Avelar e Wagner Love para o Timão e Antony para o Tricolor) no Domingo de Páscoa, a equipe voltou a campo no Itaquerão com a obrigação de reverter a vantagem de 1 a 0 obtida pela Chapecoense no  jogo de ida. Com gols de Boselli na primeira etapa e de Mateus Vital na etapa complementar, o Alvinegro paulista derrotou a Chape por 2 a 0 e acabou se classificando para a próxima fase da Copa do Brasil na quarta-feira (24). A Fiel Torcida, claro, ficou em êxtase e agora sonha com as conquistas na própria Copa do Brasil, Copa Sul-Americana e Brasileirão – campeonato vencido em 2015 e 2017.

Começa o Brasileirão 2019

Nesse final de semana, começa a principal competição do país: o Campeonato Brasileiro.  O jogo de abertura do certame reúne São Paulo e Botafogo no Morumbi. E jogo bom não falta para assistir de 27 de abril e até 8 de dezembro.

Confira aqui contra quem seu time joga na abertura do Brasileirão:

27 de abril – São Paulo x Botafogo
27 de abril – Atlético-MG x Avaí
27 de abril – Chapecoense x Internacional
27 de abril – Flamengo x Cruzeiro
28 de abril – Ceará x CSA
28 de abril – Palmeiras x Fortaleza
28 de abril – Fluminense x Goiás
28 de abril – Bahia x Corinthians
28 de abril – Athletico-PR x Vasco
28 de abril – Grêmio x Santos