EUA enviam porta-aviões para o mar do Japão após lançamento de mísseis pela Coreia do Norte

Escalada de tensão entre as coreias e o Japão levanta preocupação sobre um possível conflito bélico no leste asiático

0
803
Imagem de treinamento envolvendo porta aviões da marinha dos EUA (foto: AP)
Imagem de treinamento envolvendo porta aviões da marinha dos EUA (foto: AP)

A Coreia do Norte enviou 12 aviões de guerra para uma área perto da fronteira com a Coreia do Sul nesta quinta-feira (5); entre eles oito caças que simulavam bombardeios no solo. A Coreia do Sul respondeu à ação ainda nesta quinta, enviado 30 aeronaves militares para a fronteira do país vizinho.

No início da semana, os norte-coreanos já haviam disparado dois mísseis balísticos de curto alcance; o sexto lançamento desse tipo em 12 dias, em direção à fronteira sul. Os últimos mísseis disparados caíram no mar entre a península coreana e o Japão.

Diante da escalada de tensão entre as nações asiáticos, o Conselho de Segurança sul-coreano convocou uma reunião de emergência. O grupo alertou que as provocações do país liderado por Kim Jong-um terão respostas à altura.

A marinha dos EUA, deslocou um grupo de porta-aviões de ataque conhecido como USS Ronald Reagan para o mar do Japão, em uma mensagem ainda velada de apoio ao país. Ao ser questionado sobre a ação, um porta-voz da 7ª Frota dos EUA disse à CNN: “O Ronald Reagan Carrier Strike Group está atualmente operando no Mar do Japão”.

No mês passado, EUA, Japão e Coreia do Sul realizaram exercícios militares submarinos em águas internacionais na costa leste da península coreana.