EUA liberam entrada de voos brasileiros, mas turismo continua suspenso

Restrições continuam valendo para quem não tiver visto de residente ou de trabalho, green card ou não for cidadão norte-americano

1392
Desembarque de brasileiros estava restrito a 15 aeroportos americanos (foto: flickr )
Desembarque de brasileiros estava restrito a 15 aeroportos americanos (foto: flickr )

A partir desta segunda-feira (14), todos os voos que partirem do Brasil para os EUA poderão aterrissar em aeroportos norte-americanos. O desembarque estava restrito a 15 aeroportos.

No entanto, a suspensão não autoriza todos os brasileiros a entrarem no país, mas amplia permissão de acesso para quem já tinha autorização para embarcar anteriormente, como:  cidadãos americanos, portadores de green card, portadores de vistos especiais de trabalho e diplomáticos. Veja a lista completa aqui.

Os brasileiros que não se enquadrem nestas exceções continuam tendo entrada vedada , como é o caso dos portadores de vistos de turistas.

Uma nota publicada pela embaixada dos EUA no Brasil sobre o assunto esclarece que o Centers for Disease Control and Prevention (CDC), “continua recomendando que os viajantes internacionais entrem em quarentena por 14 dias quando viajam de áreas de alto risco.  Mas apenas de forma educativa, não obrigatória”.

Além do Brasil, o relaxamento das regras será aplicado para aeronaves que saírem da China (com a exceção de Macau e Hong Kong), Irã, Reino Unido e Irlanda além dos 26 Estados que compõe a Zona de Schengen, na União Europeia.

As autoridades norte-americanas esperam que a permissão para entrada de turistas no país seja o próximo passo dentro do plano para controle da covid-19.