EUA voltam a executar uma mulher após quase 70 anos

A mulher foi condenada a pena de morte pelo estrangulamento de uma grávida de oito meses no Missouri

0
2823
Lisa Montgomery irá receber uma injeção letal no dia 8 de dezembro (foto: flickr)
Lisa Montgomery irá receber uma injeção letal no dia 8 de dezembro (foto: flickr)

O governo dos EUA vai executar duas pessoas até ao final do ano, sendo uma delas uma mulher, algo que não acontecia há 67 anos, desde 1953.

O U.S Department of Justice agendou a execução de Lisa Montgomery, que irá receber uma injeção letal, para o dia 8 de dezembro, numa penitenciária da Indiana.

Ela foi condenada à pena capital por ter estrangulado uma grávida de oito meses no Missouri, cortado a barriga da vítima e roubado seu bebê.

A execução de Montgomery será a oitava do departamento de justiça este ano. A nona execução será a de Brandon Bernard, que foi condenado pelo assassinato de dois jovens sacerdotes, no Texas, em 1999. A execução de Bernard, também por injeção letal, está marcada para 10 de dezembro.

Os EUA retomaram as execuções federais em 13 de julho deste ano, após 17 anos de interrupção. Com informações do jornal The Guardian