Explosão de hotel de luxo em Havana deixa pelo menos oito mortos

Suspeita é que vazamento de gás tenha provocado a explosão; Hotel Saratoga é um dos mais tradicionais de Cuba

0
462
Rescue teams work at a site after an explosion destroyed the Hotel Saratoga, in Havana, Cuba May 6, 2022. REUTERS/Alexandre Meneghini

Uma explosão no histórico Hotel Saratoga em Havana, Cuba, deixou pelo menos oito mortos e 30 feridos nesta sexta-feira (6). Investigações preliminares sugerem que um vazamento de gás tenha causado a explosão.

Equipes de resgate estão no local em busca de sobreviventes entre os escombros. A explosão foi tão forte que destruiu carros e ônibus que estavam estacionados nas proximidades do hotel.

O presidente de Cuba, Miguel Díaz-Canel, foi até o local após a explosão, acompanhado do primeiro-ministro Manuel Marrero Cruz e o presidente do parlamento Esteban Lazo. Depois ele foi até o hospital Hermanos Ameijeras, para onde foram encaminhados alguns dos feridos.

O ministro do Turismo de Cuba, Juan Carlos Garcia Granda, afirmou para o portal Cubadebate que não há nenhum estrangeiro entre os feridos e lamentou a tragédia que aconteceu com os profissionais que estavam no hotel.

O Saratoga, gerido pelo Hotel Saratoga SA Mixed Company, foi inaugurado como um hotel boutique. Ele tem 96 quartos, além de bares e restaurantes. É um dos mais luxuosos de Havana. Tem uma piscina com vista panorâmica, o que levanta questões sobre a estabilidade do que resta do edifício.

É um prédio de estilo neoclássico construído em 1880 no centro histórico de Havana. Em 1935, já era considerado um dos principais hotéis da cidade, segundo informações do Departamento de Patrimônio Arquitetônico. (Com informações da CNN)