Família de brasileiro preso pelo ICE pede ajuda da comunidade

Homem foi preso voltando de uma viagem de trabalho em Naples por não ter driver’s licence

0
6762
Marcello foi preso por estar sem carteira
Marcello foi preso por estar sem carteira

A família do imigrante brasileiro Marcello Cordeiro está fazendo uma campanha no site GoFundMe para arrecadar fundos para pagar sua fiança. Ele está preso no Broward Transitional Center – BTC – em Pompano Beach desde o dia 17 de outubro, depois que a polícia chamou o U.S. Immigration and Customs Enforcement (ICE) para Marcello.

De acordo com informações da família, ele foi preso no dia 11 de outubro na volta de uma viagem de trabalho a Naples, quando foi parado e questionado por documentos. Como está indocumentado no País, foi levado pela polícia para a delegacia e, dias depois, foi preso pela Imigração.

O colega de trabalho de Marcello, Roni, disse que o amigo estava nos EUA há um ano e meio, veio com visto, e não tem ficha na polícia. “Ele trabalha com pintura e estava voltando de um trabalho em Naples, com outros cinco homens. Eles estavam numa van, o policial afirmou que ele não parou no sinal de Stop e o levou preso. Os outros meninos foram embora, já que não tinham documentos”, contou Roni. “Estamos pedindo a ajuda da comunidade para arrecadar dinheiro, já que a família dele está precisando e ele também, caso seja fixada uma fiança. Estamos com fé”, afirmou Roni.

A audiência de Marcello, que é casado e pai de três filhos, está marcada para o dia 6 de novembro. “É uma situação que jamais imaginei viver. A corte de imigração está marcada para dia 11/06/2017 e não temos recursos para arcar com todas os custos de advogado, fiança e etc. Hoje vivo trabalhando na limpeza de casas e o que ganho não dá para sozinha arcar com todas as despesas de casa. Peço encarecidamente para quem puder ajudar com qualquer valor. Sua contribuição é para um pai de família que fez tudo para dar uma condição digna de qualidade de vida para os filhos, contribuindo com este país com seu trabalho e já tinha iniciado pagamento dos seus impostos”, escreveu a esposa de Marcello na página do GoFundMe.