Família de homem negro morto em abordagem policial pede justiça

Vídeo da abordagem mostra policial de joelhos no pescoço de George Floyd, que morreu asfixiado; centenas de pessoas protestaram em Minneapolis contra a ação dos policiais

0
2398
Quatro policiais envolvidos na abordagem que resultou na morte de Floyd foram demitidos (Foto Reprodução CNN)

Quatro policiais foram demitidos por envolvimento na morte de George Floyd, 46 anos, que foi asfixiado durante uma abordagem policial no Minnesota, no último dia 25.   Vídeos gravados por testemunhas mostram um policial com o joelho no pescoço de Floyd, que disse que não estava conseguindo respirar. O policial se manteve nesta posição por nove minutos até o homem negro perder a consciência. Ele foi levado para o hospital onde morreu.

A polícia local disse em comunicado que Floyd morreu “após um incidente médico durante uma interação policial”.

Para protestar contra a ação da polícia, centenas de manifestantes foram às ruas de Minneapolis com faixas e cartazes pedindo a punição dos responsáveis. “Eu não consigo respirar”, dizia um cartaz.

 A família de Loyd pede que os quatro policiais sejam acusados criminalmente e que cumpram pena por homicídio. “Demitir não é o suficiente. Queremos que eles respondam por assassinato”, disse Bridgett Floyd, irmã da vítima.

“A técnica de abordagem usada pelo policial não é permitida e eles não são treinados para isso. Não há razão para pressionar o joelho no pescoço de ninguém”, disse o prefeito de Minneapolis, Jacob Frey.

Entenda o caso

Na segunda-feira (25), a polícia estava respondendo a uma chamada dizendo que um homem tentava usar cartões falsos em uma loja de conveniência. Dois policiais localizaram o suspeito em um veículo. Segundo eles, o homem “parecia estar intoxicado”. Eles ordenaram que saísse do veículo, mas o homem resistiu, segundo a versão da polícia. Floyd trabalhava como segurança em um restaurante.

“Os policiais conseguiram algemar o suspeito e notaram que ele parecia estar sofrendo de problemas médicos”, diz o comunicado da polícia.

No vídeo de 10 minutos filmado por uma testemunha, um policial mantém Floyd no chão, que, a certa altura, diz: “Não me mate”.

Testemunhas pedem ao policial que retire o joelho do pescoço do homem, observando que ele não estava se mexendo. Alguns dizem que “seu nariz está sangrando”, enquanto outro pede: “Saia do pescoço dele”.

As imagens das câmeras foram enviadas para o Departamento de Execução Penal de Minnesota, que também iniciou uma investigação. O FBI também está no caso.

Imagens do Youtube – The Telegraph