Família de jovem que morreu após cair de brinquedo em Orlando entra com processo contra o parque

Tyre Sampson, de 14 anos, morreu depois de cair da atração Free Fall no Icon Park; família pede $30 mil mais despesas com advogados

0
2248
Jovem morreu ao cair da atração em Orlando
Jovem morreu ao cair da atração em Orlando

A família de Tyre Sampson, de 14 anos, que morreu no dia 24 de março depois de cair de um brinquedo no Icon Park, em Orlando, entrou com um processo judicial contra o parque.

O documento de 65 páginas foi protocolado nesta segunda-feira (25) pelos pais do jovem no Orange County’s 9th Judicial Circuit Court.

De acordo com o processo, a empresa responsável pelo brinquedo deu falsa impressão de que era seguro. Baseado no Florida Wrongful Death Act, a família está pedindo $30 mil pelos danos causados, mais as despesas com advogados.

“O Free Fall é um brinquedo extremamente perigoso. A morte desse jovem poderia ter sido evitada”, diz o processo. “Tyre era um menino inteligente, que adorava estudar e amava jogar futebol americano. Ele era conhecido por ser um menino gentil e que se preocupava com os outros. Tyre tinha a vida inteira pela frente e esse evento trágico tirou a oportunidade desse jovem”.

O peso e o tamanho do jovem podem ter sido a causa do acidente. O manual de operações do Orlando Free Fall, de onde o jovem caiu, mostra que o peso máximo para ir ao brinquedo é de 130 kg (286 pounds) e Tyler pesava 340 pounds (154 kg). “Esteja atento ao peso e tamanho das pessoas que vão participar da atração. É muito importante que o cinto de segurança feche sem problemas. Se isso não acontecer, não permita que a pessoa entre na atração”, diz o manual. Mesmo caso de pessoas leves e de baixo peso e estatura”.

A atração Orlando Free Fall é considerada uma das torres mais altas para queda livre do mundo, com 430 pés de altura (130 metros) e chega a cair a uma velocidade de 75 milhas por hora.