Local

FDA alerta para perigo de contaminação por norovírus ao consumir ostras na Flórida e outros estados

Flórida, Alabama, Geórgia, Louisiana, Mississippi, Carolina do Norte e Tennessee estão sob alerta de contaminação. Ostras contaminadas podem causar sintomas como diarréia, vômito, náusea e dor de estômago

FDA emite alerta consumidores sobre o risco de contaminação por norovírus. Foto: Cocinare

Depois de fazer um recall de ostras possivelmente contaminadas por norovírus no Texas, na semana passada, autoridades do FDA estão alertando consumidores da Flórida, Alabama, Geórgia, Louisiana, Mississippi, Carolina do Norte e Tennessee sobre o perigo da contaminação.

Em 8 de dezembro, o departamento de saúde do Texas emitiu um pedido para recolher alguns lotes de ostras do mercado – aquelas colhidas entre 17 de novembro e 7 de dezembro em Galveston Bay. Não está claro quantas pessoas ficaram doentes em decorrência da contaminação. Na época do pedido de recall, o estado de Louisiana relatou 10 dos 19 casos relacionados ao consumo de ostras em restaurantes.

“O FDA está emitindo este alerta aconselhando consumidores a não comerem, e restaurantes e varejistas de alimentos a não venderem ostras colhidas na área de colheita TX 1, Galveston Bay, Texas”, disse a agência. O departamento aconselha consumidores que já compraram o produto, que verifiquem na embalagem se foram colhidas em “TX 1”. Se o produto foi desempacotado, recomenda-se entrar em contato com o vendedor para encontrar a fonte.

As ostras contaminadas podem causar sintomas como diarréia, vômito, náusea e dor de estômago. Outros sintomas incluem febre, dor de cabeça e dor no corpo. Os sintomas geralmente se desenvolvem de 24 a 48 horas após a exposição. A maioria das pessoas se sente melhor em até três dias. Alimentos contaminados com norovírus podem ter aparência, cheiro e sabor normais, disse o FDA. Pessoas com sintomas de norovírus devem entrar em contato com seu médico o mais rápido possível.

Baixe nosso aplicativo