Filha de brasileiros e o namorado são encontrados mortos na Califórnia

Os dois chegaram de uma festa, foram dormir e a mãe da jovem encontrou os dois mortos no dia seguinte; mortes estão sendo investigadas

0
4670
Michelle Avila e Christian foram encontrados mortos
Michelle Avila e Christian foram encontrados mortos

O casal Michelle, de 23 anos, e Christian, de 20 anos, foi encontrado morto no quarto em que dormiam juntos pela mãe de Michelle, no dia seguinte, em Newport Beach, na Califórnia. A suspeita é de intoxicação por remédios, mas somente um laudo poderá confirmar a razão das mortes. A jovem era filha dos brasileiros Paulo e Adriana Ávila.

Michelle e Christian eram típicos jovens da Califórnia, lindos, corpos dourados e apaixonados pelo surfe. A jovem sonhava em ser jornalista. As mortes aconteceram no dia 13 de outubro, mas só foi reportado pela mídia nesta semana.

Segundo a família, eles tinham saído na noite anterior, chegaram, deram boa noite aos pais de Michelle e foram para o quarto. O pai da jovem, Paulo Ávila, disse ao jornal local que ambos estavam gripados naquela semana e tomavam antibióticos prescritos por um médico. Antes de saírem de casa, Michelle disse que não tinha intenção de consumir bebida alcoólica naquela noite.

Na manhã seguinte, a mãe, Adriana Avila, disse que a porta do quarto ainda estava fechada quando ela saiu para trabalhar, mas ela não estranhou. Quando Adriana voltou para casa, às quatro da tarde, encontrou os dois sem vida.

A polícia local disse que levará de três a quatro meses até que os exames toxicológicos do casal sejam concluídos. O pai acredita ter sido um acidente, uma vez que a filha não ia muito para festas, preferia passar seu tempo com o namorado e grupo de amigos e nunca demonstrou nenhum sinal de alerta para uso de drogas. “Ela era uma querida. Estava sempre ajudando os amigos. Isto não foi algo do qual eles estavam planejando, foi um acidente.” Michelle era a caçula das duas filhas do casal.

“Dois jovens lindos. Os dois morreram abraçando um ao outro”, contou o pai. Michelle e Christian eram universitários e surfistas. Conhecidos na comunidade de Newport Beach, ambos receberam muitas homenagens dos vizinhos locais.

“Ela era uma menina de espírito livre. Adorava música, amava as pessoas, seus pais e gostava de ser amada”, disse o pai.

As cinzas de Michelle foram espalhadas pelo Brasil e Havaí. (Com informações do G1 e Coast Report).

Michelle e Christian junto à família da jovem
Michelle e Christian junto à família da jovem