Filho de Muhammad Ali é parado pela imigração no aeroporto de Fort Lauderdale

Muhammad Ali Jr., filho do legendário campeão americano, passou duas horas sendo interrogado antes de ser admitido no país depois de voltar de uma viagem à Jamaica no início do mês

0
8661
Ali Jr., de 44 anos, nasceu na Philadelphia

Ali Jr., de 44 anos, estava voltando com a mãe, Khalilah Camacho-Ali, de um compromisso na Jamaica quando foi retido pelas autoridades imigratórias no aeroporto de Fort Lauderdale-Hollywood, segundo o jornal Courier-Journal. Ele nasceu nos EUA e portava um passaporte americano.

Um porta-voz do U.S. Customs and Border Protection não quis comentar o incidente, segundo o website PEOPLE. Em nota, o CBP informou que “Devido a restições impostas pelo Privacy Act, o CBP não pode falar sobre passageiros individualmente; todos os passageiros provenientes de voos internacionais que chegam aos EUA, entretanto, estão sujeitos à inspeção do CBP”.

O Courier-Journal disse que os Alis ficaram retidos por causa de seus “nomes árabes”, segundo o amigo e advogado da família Chris Mancini. Ele disse ao Courier que os agentes interrogaram Ali Jr. por quase duas horas, perguntando várias vezes por que ele “tinha aquele nome” e se ele “era muçulmano”.

A viúva do maior boxeador de todos os tempos mostrou uma foto com o marido e não foi retida, diz o Miami Times. O filho não tinha fotos para provar a linhagem célebre e foi retido, mesmo sendo nascido na Philadelphia e mostrando um passaporte americano.

“Isto é um ultraje”, disse Mancini ao New Times. “Não sei que ideia é essa do Mr. Trump, ao dizer que isso não é baseado na religião. Não se discrimina ninguém neste país por causa de religião”.