Final de semana de campeões

0
1246

Três modalidades esportivas atraíram atenção dos fãs por causa de seus feitos. Como não reverenciar a décima conquista nas quadras de Roland Garros em Paris? Ou então não se render ao bom momento do Pittsburgh Penguins que faturou o bicampeonato da NHL?  E quem há de se esquecer a brilhante conquista do Golden State Warriors na NBA, que deu o primeiro título da principal liga de basquete do mundo a Kevin Durant, craque que há muito tempo perseguia seu primeiro anel em reconhecimento ao seu imenso talento.

Rafel Nadal, o rei de Paris

A comissão organizadora do Aberto da França pensa em colocar uma estátua de Rafael Nadal à frente do seu estádio para reverenciar o verdadeiro ídolo que estabeleceu uma marca difícil de ser superada: ele se tornou o primeiro tenista, homem ou mulher, a sagrar-se campeão de um mesmo Grand Slam por dez vezes após ter derrotado Stan Wawrinka com facilidade na final de Roland Garros por 3 a 0 (parciais de 6/2, 6/3 e 6/1) no domingo (11). Aliás, ele venceu todos os sets nas sete partidas disputadas e perdeu apenas 35 games, ficando a três do recorde de Bjorn Borg. Com esta conquista, superou o mítico Pete Sampras – o rei de Wimbledon – e faturou o 15º título de Grand Slam, e tenta alcançar Roger Federer, que reina absoluto com 18 títulos de Grand Slam. Detalhe: ambos ainda estão em atividade, portanto, podem obter mais títulos, para desespero dos rivais. Porém, se Federer já tem quase 36 anos, Nadal é cinco anos mais novo e, tudo indica, sua carreira será mais longeva.

Guga homenageado e a surpresa Ostapenko

Se Nadal é indiscutivelmente o “rei de Paris”, ninguém pode negar que Guga conquistou o coração da torcida francesa. Ganhador de três Aberto da França, ele foi convidado pela organização para assistir ao torneio, assim como outras lendas do tênis. Outro destaque foi a vitória da letã Jelena Ostapenko, que derrotou a favorita Simona Halep, da Romênia, na final feminina de Roland Garros. Destaque: ela tem apenas 20 anos de idade, conquistou seu primeiro título da carreira como profissional, e nasceu em 8 de junho de 1997 – exatamente o mesmo dia em que Gustavo Kuerten faturou seu primeiro título no Aberto de Paris. Isto é o que se chama de feliz coincidência!

Pittsburgh Penguins conquista bicampeonato de hockey

O final da temporada 2016-17 tornou-se bem familiar, porque o time do Pittsburgh Penguins foi mais uma vez campeão da Stanley Cup faturando o bicampeonato. E não foi só. O capitão Sidney Crosby ganhou o troféu Conn Smythe como o MVP (Jogador Mais Valioso) dos playoffs pela segunda vez consecutiva, tornando-se o primeiro jogador desde que seu chefe — Mario Lemieux, dono dos Penguins – repetiu este feito em 1992. Conforme os analistas, os playoffs da Stanley Cup 2017 mostraram ser um espetáculo maravilhoso. Todas séries depois da primeira rodada duraram pelo menos seis jogos, com três deles indo às sete partidas. A pós-temporada apresentou ainda performances fantásticas das principais estrelas da modalidade, como Crosby, Connor McDavid, Auston Matthews e Erik Karlsson. Aliás, a série final também terminou em seis jogos – com Pittsburgh Penguins derrotando o Nashville Predators por 4 a 2, batendo o adversário fora de casa e calando a fanática torcida no Tennessee no domingo (11) à noite. Depois, foi só sair às ruas de Pittsburgh para celebrar com sua torcida mais uma grande conquista.

Golden State Warriors confirma favoritismo

Analistas e torcedores mais conscientes apontavam Golden State Warriors como favoritos. E não deu outra. A campanha foi praticamente irretocável. Ficou em primeiro lugar na classificação geral e chegou até mesmo a poupar jogadores em algumas partidas. Varreu Portland Trail Blazers na abertura dos playoffs, Utah Jazz nas semifinais, e San Antonio Spurs na final da Conferência Oeste por inacreditáveis 4 a 0. Nas finais da NBA, abriu 3 a 0, foi derrotado na quarta partida em Cleveland com excelentes atuações de LeBron James e Kyrie Irving pelo Cleveland Cavaliers, entretanto, na segunda-feira (12) a equipe da Baía de San Francisco prevaleceu e fechou a série em 4 a 1 com a vitória de 129 a 120. O MVP (Jogador Mais Valioso) das finais não poderia ser outro que não fosse Kevin Durant. O craque fez mais de 30 pontos em todos jogos e sepultou de vez a fama de “amarelão” que lhe perseguia, pois era um dos poucos craques atuais que ainda não tinha um anel de campeão para chamar de seu. Agora, os críticos terão de eleger outra vítima, porque antes os “acusados” foram LeBron James, Dirk Nowitzky e Gary Payton. Os próximos candidatos a vítimas são Russell Westbrook e James Harden – coincidentemente os dois principais favoritos à escolha de MVP da temporada regular.

Conmebol sorteia as chaves das oitavas de final

A Conmebol sorteou na quarta-feira (14) as oitavas de final da Libertadores. O Palmeiras vai enfrentar o Barcelona, do Equador, que ficou na segunda colocação do grupo do Botafogo. Santos e Atlético-PR fazem o confronto brasileiro. Já o Botafogo mede forças com o Nacional, do Uruguai. O Grêmio vai enfrentar o Godoy Cruz, e o Atlético-MG jogará contra o Jorge Wilstermann. O sorteio colocou todos os brasileiros de um lado até a final, com exceção do Atlético-MG, que está do outro lado da chave (veja os cruzamentos abaixo). O vencedor da chave A encara o da H, o B da G e assim sucessivamente para as quartas de final. As partidas de ida estão marcadas para os dias 4, 5 e 6 de julho e a tabela será desmembrada depois. Os classificados às quartas só serão conhecidos no mês seguinte, nos dias 8, 9 e 10 de agosto.

Conmebol sorteia chaves da Sul-Americana

A Conmebol sorteou na quarta-feira (14) os confrontos da segunda fase da Sul-Americana. O Flamengo, por exemplo, já vai ter chance de revanche contra o Palestino, do Chile, que eliminou o Rubro-Negro na edição do ano passado. Já o Corinthians vai enfrentar o Patriotas, da Colômbia. O Fluminense, outro brasileiro na competição, irá ao Equador. O duelo será com a Universidad Católica equatoriana. Ponte Preta terá os paraguaios do Sol de America pela frente, enquanto a Chapecoense, atual campeã, pela o Defensa y Justicia, que eliminou o São Paulo. Por fim, o Sport vai enfrentar o Arsenal de Sarandí, que está mal das pernas no Campeonato Argentino. O Fluminense, outro brasileiro na competição, irá ao Equador. O duelo será com a Universidad Católica equatoriana.

Corinthians segue imbatível

A vitória de 1 a 0 sobre o Cruzeiro em São Paulo com gol do zagueiro Balbuena na quarta-feira (14) manteve o Corinthians na liderança isolada do Campeonato Brasileiro 2017 após sete rodadas. O aproveitamento do Timão é algo espantoso, com seis vitórias e apenas um empate, tornando-se até o momento única equipe invicta da competição. O time corintiano venceu a desconfiança da torcida e a descrença dos jornalista esportivos que apontavam o Alvinegro como a quarta força do futebol paulista atrás de Palmeiras, Santos e São Paulo. Além disto, tem mostrado o bom trabalho do jovem treinador Fabio Carille que soube montar uma equipe competitiva e equilibrada que assinalou 14 tentos e sofreu apenas cinco gols. De zebra vem se transformando emu ma das favoritas à conquista do título do Brasileirão 2017. O próximo desafio do líder será no domingo (18) em Curitiba diante do Coritiba que jogou em casa contra o Bahia na quinta-feira (15) e vem fazendo boa campanha. Já o Cruzeiro tenta recuperar-se em Belo Horizonte diante do Grêmio que enfrentou o Fluminense na quinta-feira e está na cola do Corinthians.

“Favoritos” continuam a decepcionar

Dos três times considerados “favoritos” antes do certame começar, apenas o Flamengo conseguiu a vitória ao derrotar a Ponte Preta por 2 a 0 (gols de Rever e Leandro Damião) na abertura de seu estádio, batizado como Ninho do Urubu. Trata-se na verdade do estádio da Portuguesa carioca refromado para abrigar jogos do Mengo contra equipes com menos torcida. Já o Atlético-MG voltou a decepcionar ao ser derrotado em casa pelo Atlético-PR por 1 a 0 (gol de Sidcley). Detalhe: esta foi a primeira vitória do Furacão, que jogou com 10 homens desde os 39 minutos da primeira etapa, após a expulsão de Lucho Gonzalez. Mesmo com a vitória, o time paranaense é o lanterna do Brasileirão com apenas 5 pontos e também arrasta o Galo, que tem 6 pontos ganhos, para a ZR. O Palmeiras, por sua vez, foi derrotado por 1 a 0 pelo Santos na Vila Belmiro e continua próximo da ZR, com 7 pontos ganhos. Esta é a quarta derrota do Alviverde na competição, ou seja, perdeu os quatro jogos onde atuou como visitante. Como consolo, a equipe palmeirense pode reclamar da irregularidade no gol santista, pois Kayke empurrou a bola para o fundo da rede após ter cometido falta sobre o zagueiro Edu Dracena.

Outros resultados da rodada e próximos jogos

Além dessas partidas, o Brasileirão teve ainda os empates entre Vitória e Botafogo em 2 a 2 (2 gols de Bruno e Silva para o Alvinegro carioca e de Gabriel Xavier e Kieza para o Rubro-negro baiano) e Sport e São Paulo em 0 a 0 no Recife, as vitórias da Chapecoense sobre o Vasco por 2 a 1 (gols de André girotto e Arthur para a equipe catarinense e de Jean para o Alvinegro carioca) e do Atlético-GO sobre o Avaí por 3 a 1 (dois gols de Everaldo e um de Jorginho para o time goiano e um de Juan para a equipe de Florianópolis). A próxima rodada começa no sábado (17) com três partidas – Atlético-GO x Atlético-PR; Vasco x Avaí; Santos x Ponte Preta –, prossegue no domingo (18) com mais seis jogos – Coritiba x Corinthians; São Paulo x Atlético-MG; Bahia x Palmeiras; Chapecoense x Botafogo; Sport x Vitória, e o clássico Fluminense x Flamengo – e se encerra na segunda-feira (19) com o jogão Cruzeiro x Grêmio em Belo Horizonte.