Flórida bate recorde em turismo nos primeiros quatro meses do ano

Estado recebeu, entre janeiro e abril, 29,8 milhões de turistas; apesar do bom resultado, queda no número de brasileiros que visitam região foi citada pela VisitFlorida

0
4298
Banhistas aproveitam dia de sol em Clearwater Beach, próximo a Tampa
Banhistas aproveitam dia de sol em Clearwater Beach, próximo a Tampa

DA REDAÇÃO (com SunSentinel) – O Estado da Flórida bateu mais um recorde de visitação por turistas. A marca foi quebrada no primeiro trimestre deste ano, quando mais de 29,8 milhões de viajantes visitaram o Estado – um aumento de 4,8% no volume identificado no mesmo período de 2015, disse o governador da Flórida, Rick Scott, na semana passada. As informações são do jornal “Sun Sentinel”.

Apenas de janeiro a março de 2016, um total de 25,6 milhões de visitantes domésticos (ou seja, que vieram de outras partes dos Estados Unidos) chegaram à FL, de acordo com a VisitFlorida, agencia oficial do governo para dados de turismo. O número representa um aumento de 6,6% em relação ao atingido no mesmo período de 2015.

“No ano passado, ultrapassamos nossa meta, recebendo 105 milhões de visitantes ao longo do ano. Estou ansioso para que possamos superar essa marca em 2016, dando as boas vindas a 115 milhões de visitantes do Sunshine State”, disse Scott em comunicado enviado à imprensa.

Segundo os dados da VisitFlorida, o Condado de Broward foi uma das regiões que apresentaram crescimento no número de visitantes. O condado atraiu 4,2 milhões de turistas entre janeiro e marco – número 2,5% superior ao registrados nos mesmos meses de 2015.

A marca recorde foi atingida mesmo em meio a queda na visitação de turistas vindos de dois países-chave para o turismo na Flórida: o Canadá e o Brasil. Além dos dois países, visitantes internacionais também vieram ao Estado menos do que o habitual. O Estado registrou queda de 6,3% no número de visitantes internacionais, e de 2,4% no número de canadenses. (A VisitFlorida usa essa metodologia, de considerar o Canadá uma categoria à parte do restante, chamado de internacional.)

“Apesar das dificuldades que nossa indústria tem enfrentado – dólar mais forte no Canadá e crise econômica no Brasil – o recorde obtido nos primeiros quatro meses do ano nos deixa empolgados”, disse ao “Sun Sentinel” Will Seccombe, CEO da VisitFlorida. “É mais uma prova de que nosso trabalho de marketing, promovendo o Estado, vem funcionando.”

No que diz respeito a mercado de trabalho ligado ao turismo, o número de vagas existentes ligadas ao setor também atingiu patamares recorde: são 1,23 milhão de residentes na Flórida que trabalham em postos do setor.

Ainda de acordo com a VisitFlorida, 22,3 milhões de passageiros usaram os aeroportos do Estado (são 18, no total), de janeiro a março – um aumento de 7% em relação a 2015.