Flórida encerra lei estadual que proíbe despejos durante a pandemia

O Programa de Prevenção de Despejos do estado entrou em vigor em abril e foi prorrogado quatro vezes

0
1341
Será dada prioridade a Pessoas que estão desempregadas terão prioridade (Foto: flickr)
Será dada prioridade a pessoas que estão desempregadas há mais de 90 dias(Foto: flickr)

A lei estadual que proíbe o despejo de inquilinos ou execuções hipotecárias durante a pandemia de covid-19 expirou nesta quarta-feira (30), à meia-noite e não há planos de que seja prorrogada.

O motivo para a não prorrogação, segundo o governador Ron DeSantis, é que uma outra lei com o mesmo propósito foi posta em vigor em todo o território americano pelo Centers for Disease Control and Prevention (CDC).

Em comunicado à imprensa, DeSantis disse não estendeu a moratória que evita os despejos “para não haver qualquer confusão sobre se a medida do CDC deve ser aplicada em uma circunstância particular”.

A ordem do CDC expira em 31 de dezembro.

Na Flórida, a proibição de despejar inquilinos entrou em vigor em abril e foi prorrogada quatro vezes.  A regra protegeu inquilinos que ficaram desempregados durante a pandemia de serem despejados por não pagarem o aluguel.