Fortuna de bilionários dos EUA aumentou $700 bilhões desde o início da pandemia

O fundador da Amazon e homem mais rico do mundo, contabilizou um acréscimo de superior a $ 65 bilhões desde março nas suas contas

0
865
Riqueza total dos bilionários americanos aumentou $700 bilhões desde o início das medidas de isolamento social nos EUA (Foto: Freepik)
Riqueza total dos bilionários americanos aumentou $700 bilhões desde o início das medidas de isolamento social nos EUA (Foto: Freepik)

A riqueza dos bilionários dos EUA cresceu em meio à pandemia de covid-19, segundo cálculos da Americans for Tax Fairness (ATF). A instituição usou dados da Forbes para calcular que a riqueza total dos bilionários americanos aumentou $700 bilhões desde o início das medidas de isolamento social nos EUA.

Entre os destaques desse levantamento, Jeff Bezos, fundador da Amazon e o homem mais rico do mundo, viu a fortuna aumentar em mais de $65 bilhões, ou 58%, para $179 bilhões. Já Mark Zuckerberg, fundador do Facebook, ficou 62% mais rico, elevando em $88 bilhões suas fortunas. O dono da Tesla, Elon Musk, quase triplicou o patrimônio, agora superando $70 bilhões.

Em cerca de metade dos estados americanos, diz a ATF, o aumento da riqueza bilionária local durante a pandemia excede os déficits enfrentados pelos orçamentos públicos locais. O salto de $77 bilhões na riqueza dos 112 bilionários do estado de Nova York, por exemplo, é seis vezes o tamanho do déficit projetado, de $13 bilhões, no orçamento deste ano. “Não poderia haver um argumento mais forte para haver alguma forma de imposto sobre a riqueza do que os lucros obscenos dos bilionários”, disse Frank Clemente, membro da ATF.