Fraudes do seguro-desemprego na pandemia passam de $200 bilhões

Com benefícios que podem chegar a um total de $900 por semana, programas de auxílio para seguro-desemprego são um verdadeiro imã para criminosos e fraudadores

0
1998
Department of Economic Oportunity pagou mais de $17 bilhões em auxílio desemprego desde março (foto: Wikimedia)
Cerca de 30% dos pedidos de auxílio-deemprego são fraudulentos

Boa parte dos recursos federais de ajuda ao trabalhador desempregado foi parar nos bolsos errados. Segundo o ID.me, um serviço usado em 19 estados para verificar a identidade dos trabalhadores, mais de $200 bilhões foram desviados por fraudadores. O número representa mais que o triplo do estimado pelo governo federal baseado em estatísticas pré-pandemia.

“A quantidade de fraudes é sem precendentes”, disse Blake Hall, CEO do ID.me, ao Yahoo Money. “O principal motor é o programa PUA. Para os criminosos, esse programa essencialmente faz com que todos os americanos e suas respectivas identidades sejam alvos.”

Segundo o IM.me, 30% dos pedidos de seguro-desemprego através do PUA (Pandemic Unemployment Assistance), que serve a trabalhadores autônomos, são fraudulentos.

Segundo reportagem do Yahoo Money, os programas de auxílio-desemprego são vulneráveis a fraudes porque as regras de concessão mudam constantemente. Isso aconteceu na pandemia, quando novos programas foram criados. No ano passado, cerca de 30 milhões de americanos viveram à custa dos programas.

Com benefícios que podem chegar a $900 semanais, os programas são um atrativo irresistível para os fraudadores profissionais. Cerca de 20% das fraudes são relacionados com vazamentos de dados pessoais, 10% por engenharia social e 2.5% por reconhecimento facial, quando o fraudador tenta usar uma máscara, vídeo ou imagem da vítima.

Depois do pacote de estímulo econômico de dezembro passado, mais recursos foram alocados para proteção e verificação de dados. Por exemplo, muitos estados agora exigem verificação de identidade com foto ou verificação dupla, assim como documentos adicionais para a comprovação do emprego perdido.