Funcionários do DHS denunciam condições precárias em prisão da imigração no Novo México

“Por questões de segurança e sanitárias recomendo que os detentos sejam transferidos imediatamente”, disse funcionário do governo, que realizou inspeção no local

0
715
Prisão do ICE no Novo México (Foto Reprodução NBC)

Funcionários do Departamento de Homeland Security (DHS) recomendaram que todos os 176 detentos da Torrance County Detention Facility em Estancia, Novo México, sejam removidos do local. Os servidores foram até o local fazer a inspeção sem avisar a diretoria do presídio de imigração.

“Durante a inspeção, nós encontramos condições insalubres e por isso estamos advertindo o ICE (US Immigration and Customs Enforcement) para tomar previdências imediatas para resolver esses graves problemas. Os detentos estão vivendo em condições que podem acarretar problemas de saúde”, reportou o servidor do DHS.

De acordo com o relatório, além da falta de funcionários, o centro de detenção tem muito mofo, problemas nos encanamentos e dezenas de vasos sanitários não estariam funcionando. Em alguns banheiros não há água quente. “Presenciei situações em que os detentos têm que tomar água de uma torneira que é utilizada para limpeza”.

“A empresa CoreCivic (responsável pela administração do local) está falhando em providenciar um ambiente seguro para esses imigrantes e não está fornecendo itens básicos de higiene para essas pessoas”.

A prisão de Torrance é gerenciada por uma empresa privada, que alega dificuldades para encontrar funcionários. O local tem hoje 133 funcionários e precisa de, no mínimo, 245 empregados.

O ICE não se comprometeu a transferir os detentos e alegou que “os inspetores não esperaram tempo suficiente para água quente chegar às torneiras”.