Furacão Harvey, agora tempestade tropical, deixa trilha de devastação no Texas

Até agora foram contabilizados dois mortos e 14 feridos por causa da tempestade; enchentes prejudicam o trabalho das equipes de resgate

0
2754

Equipes de salvamento têm respondido a centenas de chamadas desesperadas de vítimas desabrigadas pelo furacão Harvey e o que sobrou dele, muitas delas isoladas pela inundação causada pela maior tempestade a atingir o Texas desde 1961.

As áreas ao sul de Houston são as que mais correm risco de novos alagamentos. Perto do centro da cidade e em redor do Texas Medical Center também foram reportados alagamentos.

As chuvas que caíram numa razão de mais de 4 polegadas por hora resultaram em inundações maiores que as causadas pela tempestade tropical Allison, que passou pela área em 2001.

Na costa do Texas, as equipes de resgate continuam o trabalho. Até agora, Harvey causou duas mortes e 14 feridos.

Algumas áreas na região entre a cidade de Corpus Christi e Houston, onde o furacão causou mais estragos, ainda estão inacessíveis para as equipes de resgate. A previsão é de que a chuva continue ainda por dias, e as enchentes podem chegar a 40 polegadas de altura, ou quase um metro acima do nível do mar.

Na ilha de Port Aransas, com 3.800 residentes, ainda não foi possível um levantamento completo dos estragos, devido à “massiva destruição”. As equipes só conseguiram chegar à parte norte da ilha.

Houve grande destruição também na cidade costeira de Rockport, com 10 mil habitantes, que recebeu impacto direto do furacão. O prefeito da cidade disse que houve “extensiva devastação” em residências, comércio e escolas. Alguns prédios foram totalmente destruídos.

Uma pessoa morreu no condado de Aransas, quando sua casa pegou fogo durante a tempestade. A outra vítima morreu afogada ao tentar abandonar seu carro em meio a uma enchente no condado de Harris, onde fica Houston. Quatorze pessoas ficaram feridas com pouca gravidade.

A tempestade, embora enfraquecida, continua sobre a região. Em Houston, as autoridades pedem à população que não saia de casa, e estado de emergência foi declarado por causa das enchentes. “As ruas estão perigosas”, disse o prefeito da cidade, Sylvester Turner.

Por volta das 7 a.m. de domingo (27), Harvey estava a cerca de 65 milhas ao sul de San Antonio, com ventos de até 45 mph, segundo o boletim do Centro Nacional de Furacões (NHC). O NHC qualificou as enchentes causadas pela tempestade como “catastróficas”.

Harvey é a maior tempestade a atingir o Texas desde o furacão Carla, de 1961, e o mais recente furacão de categoria 4 a atingir os EUA foi Charley, em 2004, na Flórida.