Furacão Michael avança em direção à Florida e moradores são obrigados a sair de casa às pressas

Furacão categoria 2 já deixou 13 mortos na América Central; governador ampliou para 35 condados a situação de emergência

0
4001
Furacão Michal avança para o noroeste da FL
Furacão Michal avança para o noroeste da FL

Os moradores do noroeste da Flórida tiveram que abandonar suas casas às pressas devido à aproximação do furacão Michael, que chegou à categoria 2 na manhã desta terça-feira (9). A expectativa é de que ele atinja a categoria 3, com potencial de destruição.

Durante o fim de semana, depois que o Michael atingiu a costa do norte de Honduras, chuvas torrenciais e enchentes relâmpago deixaram 13 mortes na América Central.

O último boletim do National Hurricane Center (NHC) mostra que a tempestade sustenta ventos de 100 mph e está localizado a 395 a sul de Panamá City, na região do Panhandle na Flórida.

O governador da Flórida, Rick Scott, informou que as ordens de esvaziamento obrigatórias estão vigentes para partes do condado de Bay e dos vizinhos condados do Golfo e Franklin.

“Cada família deve estar preparada. Podemos reconstruir sua casa, mas não podemos restituir sua vida”, disse Scott.

O alerta ocorreu após Michael se tornar furacão da categoria 1, com ventos de 86 mph (140 km/h) na noite de segunda-feira (8), de acordo com o NHC, com sede em Miami.

De acordo com a escala Saffir-Simpson (que vai de 1 a 5), a tempestade passa ser designada furacão de categoria 1 se alcançar 119 km/h ou mais, e um furacão de categoria 2 se atingir 95 mph (154 km/h) ou mais.

Na segunda-feira, Michael que se formou na península de Yucatán e na costa oeste de Cuba, cruzará o Golfo do México na terça-feira e deverá chegar ao noroeste da Flórida na quarta, para continuar avançando pelos Estados Unidos entre quarta à noite e quinta-feira.

O NHC emitiu um alerta de furacão para a fronteira Alabama-Flórida e alerta de ondas para a costa noroeste da Flórida, do extremo norte até Tampa.