Furacões podem aquecer a economia até 2018

Reconstrução dos danos causados por Harvey e Irma custarão até $200 bilhões, exigirão investimentos e muita mão de obra

0
5174

Os furacões Harvey e Irma podem ter causado entre $150 bilhões e $200 bilhões em danos ao Texas e à Flórida, um valor comparável aos custos do furacão Katrina, que passou sobre New Orleans em 2005. A estimativa é da Moody’s Analytics.

Harvey castigou Houston com uma quantidade recorde de chuva, causando inundações generalizadas. Irma causou estragos semelhantes numa área mais extensa, alcançando quatro estados.

Os especialistas da Moody’s avaliam que os esforços na reconstrução das áreas afetadas vão ajudar a alavancar a economia durante o quarto trimestre de 2017 e o primeiro de 2018.

“Ainda que não seja possível avaliar a extensão total dos estragos, as tempestades parecem ter causado entre $150 bilhões e $200 bilhões em destruição a casas, veículos, imóveis comerciais e infraestrutura pública. Esse número é comparável ao resultante dos estragos causados depois da passagem do furacão Katrina”, disse Mark Zandi, analista da Moody’s.

O economista disse ainda que um dos principais fatores a se considerar na avaliação dos impactos positivos na economia é o “quanto de dinheiro será injetado nas áreas afetadas proveniente da ajuda governamental e dos seguros, e da rapidez com que esses recursos chegarão.”

Zandi disse que o prazo para esse impacto na economia dependerá da disponibilidade de mão de obra no Texas e na Flórida. Atrair trabalhadores de outras partes do país para ajudar na reconstrução não será tarefa fácil, mesmo com bons salários. Ele prevê que a recuperação das áreas afetadas estará completa pelo fim de 2018.

O presidente da AccuWeather, Joel Myers, disse em nota no domingo que sua companhia avalia os prejuízos com Irma na ordem de $100 bilhões, e os de Harvey em cerca de $190 bilhões.