Galão de gasolina na Flórida bate $4,00 pela primeira vez desde 2008

'Escalada dos preços em todo o país ocorre em meio às preocupações de que as sanções impostas à Rússia prejudiquem o fornecimento de energia para o mundo', diz AAA

0
1875
Expectativa é de que os preços continuem subindo (foto: Wikimedia)

O preço de um galão de gasolina regular atingiu um aumento acumulado de $0,45 centavos desde o início do ano, ultrapassando os $4,00 em alguns postos de abastecimento da Flórida. A alta já é a maior registrada desde 2008, durante a crise econômica que atingiu os EUA. A média para o Sunshine State, de acordo com a American Automobile Association (AAA), está em $ 4,07; maior que a média nacional de $ 4,06. Em alguns locais onde a alta dos preços ainda não foi repassada para as bombas, é possível encher o tanque pagando entre $3,53 e $3,90, relata a AAA. A agência alerta, entretanto, que com o preço do barril de petróleo beirando a casa dos $140 no mercado internacional, a expectativa é de que os preços continuem subindo. Nesta segunda-feira (7), o barril foi cotado em $139,  muito perto do recorde de $ 147,5 também registrado em 2008. “O mercado de petróleo e gás já é muito volátil, e quando você tem um ‘efeito guerra’, com a situação entre Rússia e Ucrânia, isso só aumenta a volatilidade, alterando os preços”, explicou o porta-voz da AAA, Mark Jenkins.

Segundo Jenkins, a escalada do preço ocorre à medida que crescem as preocupações de que as sanções impostas à Rússia prejudiquem o fornecimento de energia para o restante do mundo. O país de Vladimir Putin é um dos principais fornecedores de petróleo, principalmente para a Europa.