Gata que desapareceu em Maine há sete anos é encontrada na Flórida

Através de um microchip, um veterinário localizou as informações de contato da dona da gatinha; Ashes deu entrada na clínica após ser resgatada por uma ONG que cuida de animais de rua

0
944
A gatinha Ashes (foto: Franklin County Animal Shelter)

Uma gatinha desaparecida em Chesterville, no estado de Maine, em 2015, irá finalmente voltar para a casa após quase sete anos . Ashes, como o felino é chamado, tinha um ano de idade quando escapou da casa de sua dona, Denise Cilley. Durante todo este tempo, ela acreditou que a gatinha tinha sido morta por um predador.  Mas tudo mudou no último dia 22 de janeiro, quando Cilley recebeu um telefonema de um veterinário do Franklin County Animal Shelter, Longwood, na Flórida. Através de um microchip, o homem localizou  as informações de contato e chegou até a dona de Ashes. Ele falou que a gata foi levada para a clinica através de uma ONG que resgata animais de rua. “Eu disse a ele ‘eu moro em Maine. Não temos gato na Flórida’”,  lembrou Cilley em entrevista ao site Patch. “Talvez alguém a tenha encontrado em Maine, pensando ser um animal perdido, e a trouxe para a Flórida”, respondeu o veterinário. Em seguida, ele compartilhou fotos do bichano de pelo acinzentado, que foi imediatamente reconhecida pela dona. “Foi um milagre”, disse a mulher.

A ONG que levou a gata para o veterinário conseguiu, através de um post nas redes sociais, sensibilizar uma funcionária da Southwest Airlines que se ofereceu para levar Ashes de volta ao seu estado natal. No momento, ela continua na Flórida onde está sendo tratada de uma infecção respiratória, além de problemas dentários e uma alergia na pele. Uma página do GoFundMe foi criada para arrecadar fundos para custear os tratamento e a meta de $1,870 já foi alcançada.