Georgia certifica vitória de Joe Biden no estado

Com a certificação oficial, presidente-eleito garante os 16 votos do estado no Colégio Eleitoral

0
854
Plano de Biden inclui pagamento direto de $1,4 mil e prorrogação do auxílio-desemprego (foto: reprodução)
Plano de Biden inclui pagamento direto de $1,4 mil aos americanos e prorrogação do auxílio-desemprego (foto: reprodução)

Autoridades eleitorais da Georgia certificaram nesta sexta-feira (20) a vitória de Joe Biden. O presidente-eleito garante, assim, os 16 votos do estado no Colégio Eleitoral.

A certificação veio após uma recontagem manual dos votos, que confirmou o resultado inicial. O secretário de Estado da Georgia, o Republicano Brad Raffensperger, disse que “os números não mentem”. Biden teve 12,284 votos a mais que Trump na contagem final.

Mesmo com a certificação, o presidente Trump recusa-se a aceitar o resultado da eleição, alegando sem evidências fraudes que ainda não apareceram em nenhuma investigação oficial. Várias ações legais da campanha do presidente já foram impetradas, sem sucesso até agora.

Há três décadas que um Democrata não vencia no estado. O último que levou os 16 votos da Georgia foi Bill Clinton, em 1992.

Outros estados onde Trump perdeu esperam ainda por certificações. Segunda-feira (23) é o prazo-limite para Michigan e Pennsylvania; dia 30 de novembro é a vez do Arizona, e 1° de dezembro Nevada e Wisconsin.