Georgia elege 2º senador Democrata e partido domina as duas casas legislativas

Vitória de Jon Ossoff impõe uma dupla derrota ao partido de Donald Trump e garante aos Democratas o controle da Câmara e do Senado, fazendo com que o partido detenha o poder em todas as esferas políticas

0
807
Jon Ossoff venceu o Republicano David Perdue e aos 33 anos se torna o senador mais jovem a ocupar uma cadeira no Senado (foto: wikimedia
Jon Ossoff venceu o Republicano David Perdue e aos 33 anos se torna o senador mais jovem a ocupar uma cadeira no Senado (foto: wikimedia

Jon Ossoff levou a segunda das duas vagas em disputa no Senado da Georgia e garantiu ao partido Democrata a liderança da casa legislativa hoje dominada pelos Republicanos.

As vitórias apertadas em segundo tirno de Jon Ossoff e Raphael Warnock contra David Perdue e Kelly Loeffler nesta quarta-feira (6), garantem ao partido de Joe Biden o mesmo número de senadores que os Republicanos possuem atualmente, 50, permitindo que a vice-presidente, Kamala Harris, desempate e decida a liderança da Casa.

A dupla vitória garantida pela Geórgia dá ao presidente eleito Joe Biden o poder de aprovar sua agenda política sem a necessidade do apoio Republicano.

Uma proposta apoiada pelos Democratas e barrada pelo partido de Trump no Senado que deve voltar a ganhar fôlego no governo Biden é o pagamento de cheque-estímulo no valor de dois mil dólares.

Logo após sua vitória ser confirmada na manhã desta quarta-feira (6), Warnock disse que ” as pessoas têm esperado meses por alívio e o Congresso não conseguiu aprovar cheques-estímulo de $ 2.000 no mais recente pacote de ajuda”, acrescentando que irá “batalhar por isso”.

Além do Senado, os Democratas também detêm o controle da Câmara, fazendo com que o partido domine o poder em todas as esferas políticas, garantindo uma governabilidade mais tranquila para Biden.