Giant Food é condenada a pagar multa por discriminação relacionada à imigração

Rede de supermercados é multada em $11 mil por recusar documentação válida de um imigrante candidato à emprego

0
1063
Giant Food é condenada a pagar multa civil de $11 mil por discriminação. Foto: Food Trade News

A rede de supermercados Giant Food foi condenada, na segunda-feira (31), a pagar uma multa civil de $11 mil após alegação de discriminação relacionada à imigração, de acordo com o Departamento de Justiça dos EUA.

As autoridades declararam que a empresa violou a Lei de Imigração e Nacionalidade ao verificar a permissão de trabalho de um candidato à emprego nos Estados Unidos. A queixa foi apresentada por um cidadão não-americano que disse que, no momento da contratação, a Giant Food se recusou a aceitar sua documentação válida que comprova permissão para trabalhar e exigiu um documento diferente.

O departamento de justiça abriu então investigação e descobriu que a companhia exigia rotineiramente que não-cidadãos apresentassem seus cartões de residente permanente (Green Card), mesmo quando esses mostravam outros documentos válidos, como carteira de motorista e cartões de Social Security.

A lei federal permite que os trabalhadores escolham qual documentação apresentar para demonstrar sua identidade e permissão para trabalhar. Os empregadores são proibidos de solicitar documentos específicos relacionados à cidadania, status de imigração ou origem do trabalhador.

Além da multa, funcionários da Giant Food terão de passar por treinamento antidiscriminação e revisar suas políticas de emprego. A empresa será monitorada ao longo dos próximos três anos.