Gisele Bündchen e Tom Brady contratam advogados de divórcio

Gisele é vista sem aliança em Miami e rumores de divórcio se intensificam

0
1215

Rumores de que a top brasileira Gisele Bündchen e o jogador estrela da NFL Tom Brady estariam se divorciando se intensificou essa semana após a modelo ser flagrada por paparazzis andando em Miami sem aliança de casamento. Além disso, Bündchen não foi ao jogo do Tampa Bay Buccaneers no domingo (2) contra o Kansas City Chiefs, sendo ela uma presença constante na torcida do marido. Segundo o site Page Six, fontes próximas de Gisele e Brady, casados desde 2009, confirmam que ambos contrataram advogados de divórcio recentemente. 

A crise conjugal se tornou pública quando a modelo expressou descontentamento com a mudança de planos do marido, que anunciou sua aposentadoria em fevereiro desse ano e, 40 dias depois, resolveu retornar para a sua 23ª temporada na NFL. “Obviamente, tenho minhas preocupações – este é um esporte muito violento, e tenho meus filhos e gostaria que ele estivesse mais presente”, disse Gisele em entrevista à revista Elle, em setembro. “Eu definitivamente tive essa conversa com ele várias vezes”.

Desde então, a modelo tem vivido com as crianças em Miami, separada de Brady, que participa do torneio de futebol americano. Fontes próximas da família dizem que ambos estão muito envolvidos na vida dos filhos e que compartilhariam a guarda das crianças em qualquer circunstância. Eles tem juntos dois filhos, Benjamin, de 12 anos, e Vivian, 9. Brady também é pai de Jack, 15, com a ex Bridget Moynahan.

Brady é o jogador mais bem pago da NFL, com $250 milhões em patrimônio. Já Gisele, uma das modelos mais bem pagas do mundo, acumula uma fortuna pessoal de $400 milhões. Juntos, eles possuem pelo menos quatro propriedades: uma casa no exclusivo Yellowstone Resort em Montana, um apartamento de $ 3,5 milhões em Nova York, uma casa na Costa Rica e uma mansão ecologicamente correta avaliada em $17 milhões, em Indian Creek Island, Miami, que está em reforma para ser em breve a residência principal da família. Em caso de disputa de bens, o casal deve decidir o destino da megamansão e quem vai morar nela.