Google planeja investir $7 bilhões em escritórios e centros de dados nos Estados Unidos

Este movimento contrasta com a tendência da maioria de optar por trabalho remoto permanente

0
528
O CEO do Google, Sundar Pichai, da Índia ( foto: flickr)
O CEO do Google, Sundar Pichai, da Índia (Foto: flickr)

Os planos de investimento da gigante da tecnologia, anunciados na quinta-feira (18), incluem gastar mais de $1 bilhão no estado natal da empresa, Califórnia, mesmo com os principais CEOs e investidores de tecnologia abandonando o Vale do Silício em massa.

O Google pretende abrir novos escritórios em Houston, Texas e Portland, Oregon, bem como expandir ou melhorar os escritórios existentes em Michigan, Massachusetts, Pensilvânia e Illinois, disse o CEO Sundar Pichai em um blog. A empresa já possui mais de 84.000 funcionários em tempo integral nos Estados Unidos.

Pichai disse que os investimentos em escritórios e centros de dados criariam pelo menos 10.000 novos empregos de tempo integral nos Estados Unidos neste ano, incluindo milhares de cargos em Atlanta, Washington, D.C., Chicago e New York.

“Reunir-se pessoalmente para colaborar e construir uma comunidade é fundamental para a cultura do Google e será uma parte importante do nosso futuro”, disse Pichai.

Isso contrasta fortemente com muitas outras empresas que estão cancelando arrendamentos de escritórios.

Em uma pesquisa recente da Envoy, empresa de tecnologia para locais de trabalho, 47% dos entrevistados disseram que deixariam seu emprego atual se a empresa não oferecesse uma opção híbrida pós-pandemia.