Governador da Flórida assina lei banindo meninas transgêneras de times de esportes femininos

Ron DeSantis argumenta que essa é uma questão “muito mais biológica que de ideologia”. E completou: na Flórida, mulheres vão praticar esportes de mulheres e homens vão praticar esportes de homens”.

0
2116
Ron DeSantis assinou lei polêmica nesta terça em Jacksonville

O governador da Flórida, Ron Desantis, assinou uma lei polêmica nesta terça-feira (1), banindo estudantes transgêneras de times de esportes femininos. “Isso garantirá a justiça para mulheres atletas do estado da Flórida. Nossa decisão é baseada na biologia e não na ideologia”, disse o governador.

Por meio da nova lei, atletas que se candidatarem para vagas em times femininos terão que apresentar a certidão de nascimento ou um documento que comprove o sexo em que a pessoa nasceu e não com o que se identifica.

A lei foi assinada na Trinity Christian Academy em Jacksonville, no primeiro dia do LGBTQ Pride Month (Mês do Orgulho LGBT).

A atitude do governador foi duramente criticada por ativistas da causa LGBT e por membros do partido Democrata. “Espantoso. No primeiro do dia do Pride Month o governador Ron DeSantis assina a lei SB1028, que bane crianças trans da prática de esportes. Isso só alimenta a transfobia e coloca crianças já vulneráveis em situação de risco”, disse em nota o deputado democrata Carlos G. Smith.

DeSantis argumenta que a lei protege mulheres de competirem com indivíduos que são fisicamente superiores, no caso pessoas do sexo masculino, o que, segundo o governador, desequilibraria a competição.

“Nós acreditamos que é importante preservar a integridade dessas competições. Na Flórida, mulheres vão praticar esportes de mulheres e homens vão praticar esportes de homens”.  (Com informações do Local10 News)