Governador de NY cria ordem executiva que impede questionamento sobre status imigratório

Situação imigratória só será questionada pela polícia em caso de crimes ou em situações específicas

0
5068
Governador de NY Andrew Cuomo é favorável à causa imigratória
Governador de NY Andrew Cuomo renuncia ao cargo

O governador de New York, o democrata Andrew Cuomo, deu mais um passo a favor dos imigrantes indocumentados na sexta-feira (15). Por meio de uma ordem executiva, as agências e a polícia estadual não poderão questionar o status imigratório das pessoas. As exceções são para crimes e para pessoas que derem entrada em benefícios federais voltados apenas para cidadãos americanos ou portadores de green card ou visto válido.

“Na contramão das políticas anti-imigrantes de Washington, nós estamos agindo para ajudar a proteger todos os nova-iorquinos de um ataque injustificado pelo governo federal”, disse Cuomo em comunicado.

A polícia estadual, enfatizou o governador, só poderá requerer o status imigratório em casos de crimes. Se um imigrante está apenas precisando de ajuda, ou registrando uma ocorrência policial, ou é testemunha de um crime, seu status não será solicitado.

A cidade de New York, Rochester, Kingtston e Syracuse se intitulam “santuários”, ou seja, protetoras de imigrantes indocumentados.

Cuomo está em busca da reeleição para o cargo em 2018 e é um potencial candidato à presidência em 2020.