Governo Biden vai enviar avião com deportados brasileiros nesta quinta-feira (20)

A expectativa é que 130 brasileiros presos na fronteira sejam mandados de volta

0
4483
Primeiro voo fretado com deportados dos EUA chegou em outubro de 2019 (Foto Polícia Federal do Brasil)

Um avião com pelo menos 130 pessoas que foram presas na fronteira dos EUA com o México será mandado para o Brasil nesta quinta-feira (20). Ainda não há informações sobre em qual aeroporto brasileiro essas pessoas vão desembarcar, mas os aviões anteriores foram mandados para o Aeroporto de Confins, na Região Metropolitana de Belo Horizonte.

Segundo informações do jornal Folha de S.Paulo, há alguns dias, brasileiros detidos na fronteira começaram a relatar a autoridades consulares terem ouvido informações sobre o voo, pedindo mais detalhes, mas ainda não havia comprovação oficial.

Este tipo de voo fretado foi uma marca da política anti-imigração de Donald Trump e que está sendo mantida por Biden. Essas aeronaves contratadas pelo governo americano chegaram em grande número ao Brasil no ano passado.

Durante a campanha, Biden prometeu um tratamento mais humanitário para os imigrantes que tentam entrar nos EUA sem documento, mas a imigração acabou se tornando a maior crise que o democrata enfrenta até agora.

O fluxo de pessoas que tentam entrar nos EUA sem documentos tem aumentado vertiginosamente, e já é o maior em 20 anos. Por essa razão, a maioria está sendo mandada de volta sumariamente da fronteira ou é presa e enviada de volta algumas semanas após a detenção.

Entre os brasileiros, o número alcançou o pico entre outubro de 2018 e setembro de 2019, quando 18 mil pessoas tentaram entrar sem documentos nos EUA desde o Brasil.

Para tentar frear esse movimento, o governo americano lançou uma campanha nas rádios e TV’s brasileiras falando sobre os perigos da travessia pela fronteira e que é ilusória a ideia de que “todos estão entrando sem fiscalização”.